Bastidores da televisão, notícias da sua novela preferida e entrevistas com os principais atores

Said salva a vida de Jade em cena emblemática de O Clone

O comerciante fere o próprio pulso para poder comprovar que a mulher era virgem ao casar com ele

atualizado 27/10/2021 17:16

Jade (Giovanna Antonelli) e Said (Dalton Vigh) em O CloneReprodução

Uma das cenas mais emblemáticas de O Clone acontece no capítulo dessa sexta (29/10). Jade (Giovanna Antonelli) terá a primeira noite de amor com Said (Dalton Vigh) depois do casamento luxuoso, com todos os ritos da cultura árabe. Assim que Jade começa a se dirigir para a note de núpcias, Zoraide (Jandira Martini) lembra que colocou um vidrinho com um chumaço de algodão na bolsa dela: “Faz como eu te ensinei, que ele não vai perceber nunca”. Mas Jade afirma que não fará. “Você quer morrer? Said vai saber que a tua virgindade não tá lá. Se você não apresentar essa prova, você tá perdida”, diz Zoraide. Só que Jade está decidida: “Eu não fujo mais da minha sorte”.

A sós com a esposa, Said pede para ela não ter medo e a surpreende. “Eu não vou chegar perto de você. Eu vou esperar você gostar de mim, você me querer”, diz. Mas Jade o surpreende: “Eu quero”. O comerciante começa o ritual do lava pés: “Allah, faça com que essa mulher enxergue o meu amor por ela e se afeiçoe a mim… Afasta de nós tudo que nos traga divergência. Que eu faça ela feliz e ela me faça feliz também”. Ele começa a beijá-la, e Jade fica imóvel, sem demonstrar sentimento algum.

Lágrimas correm de seus olhos, até que eles vão para a cama e transam. Ao final, Said se levanta, a encara, horrorizado, e segue para o banheiro. “Vai ser agora. Allah, deixa eu morrer sem sofrer muito”, pede ela, desesperada. No banheiro, o comerciante olha para o espelho, desolado, e chora. Depois de pensar um pouco, ele pega uma gilete e corta levemente o pulso. Pingos de sangue começam a cair numa bacia. Ao voltar para o quarto, Said encara Jade, com os olhos vermelhos, de quem chorou muito.

Ele encara Jade e lhe dá um aviso. “Eu tô cometendo um haram maior que o teu, diante de Deus e diante dos homens. Nunca mais eu quero falar dessa noite. Mas se algum dia esse Lucas (Murilo Benício) aparecer na minha frente, pode ser daqui a 30, 40 anos, eu mato”. Depois, ele abre a porta. Lá fora, Nazira (Eliane Giardini), Ali (Stênio Garcia), Abdul (Sebastião Vasconcelos) e Zoraide aguardam a prova de virgindade. Jade entrega um pano para Nazira, que abre e vê a mancha de sangue. Todos felicitam o casal. Jade sofre, em silêncio, e é abraçada por Zoraide, enquanto Said tenta manter a pose.

Mais lidas
Últimas notícias