Marcas, ideias e pessoas que impactam no mundo da comunicação

Marketing de Celebridade x Marketing de Influência

Já foi influenciado pela rede social ou pesquisou um serviço sugerido pela TV? Questiona Maria Rossi, sócia-fundadora da Comunica PR

atualizado 13/04/2022 19:14

SrdjanPav/GettyImages

A doce ilusão das marcas acharem que as celebs tem um alcance maior do que os influencers. De acordo com a Forbes, 92% dos millennials dizem que confiam mais no que uma pessoa que “nasceu e cresceu” na internet tem a dizer.

Mesmo assim, ainda é muito comum que as marcas contratem pessoas famosas do mundo televisivo, do esporte ou da música para suas campanhas de influência, sem pensarem muito no que isso significa. Mas não é porque a pessoa é famosa que tem influência, e é nisso que uma boa estratégia de marketing deve pensar.

As pessoas mais influentes são aquelas que constroem credibilidade junto à sua comunidade e prestam um serviço que vai além do entretenimento.

O Marketing de Influência nada mais é do que a colaboração entre pessoas com negócios que têm muitos seguidores engajados on-line. As organizações trabalham com esses indivíduos, conhecidos como influenciadores digitais, devido à sua influência sobre seus seguidores on-line para divulgar seus produtos e serviços para novos públicos. Ou públicos específicos.

Outro ponto que também é fundamental é o chamado Marketing Digital. Com os acontecimentos dos últimos dois anos, com o cenário de pandemia, o Marketing Digital que já era importante, se tornou uma das estratégias mais essenciais para as empresas.

Você sabe quais os principais fatos sobre o Marketing Digital em 2022? abaixo listo três pontos importantes: :

Aumento do e-commerce

O e-commerce que já vem ganhando força desde 2020, ficou ainda mais forte em 2021, fazendo com que várias pessoas empreendessem. Tudo com ajuda de estratégias de Marketing Digital para aumentar as vendas.

Corrida pelo superapp

Com o mundo digital cada vez maior, os serviços de delivery aumentaram e fizeram com que as startups evoluíssem para o superapp.

Marketing Ativista

O racismo estrutural no Brasil sempre foi claro em estatísticas de violência, mas durante a pandemia o tema entrou de vez em pauta. A falta de inclusão motivou ações de grandes empresas, desde 2020.

Maria Carolina Rossi é jornalista e sócia-fundadora da Comunica PR, agência de Relações Públicas.

Mais lidas
Últimas notícias