Marcas, ideias e pessoas que impactam no mundo da comunicação

Arquitetos reinventam a comunicação com redes sociais durante pandemia

Sérgio Borges, Danielle Mattos e Thauana Costa contam como têm usado o Instagram para potencializar os negócios em tempos de isolamento

atualizado 16/04/2021 19:39

@marhenprojetos/Instagram

A pandemia alterou comportamentos, formas de trabalhar e, claro, de fazer negócios e se comunicar. Muitos setores precisaram se reinventar para continuar atendendo clientes com produtos e serviços. No caso dos escritórios de arquitetura não foi diferente. Aproveitando o bom momento vivido pelo mercado imobiliário, diversas empresas aproveitaram os holofotes das redes sociais para alavancar os negócios e prospectar potenciais consumidores.

Uma das razões desse crescimento é, sem dúvida, o maior tempo de permanência das pessoas em casa, que resultou em transformações – ou aquisição – de novos espaços. Segundo especialistas, muitas famílias decidiram realocar os investimentos antes reservados para viagens em melhorias no lar ou na troca de imóveis.

Pensando em aproveitar o boom, Sérgio Borges, diretor comercial da SKBorges Arquitetura Corporativa, conta que a estratégia nas redes sociais foi totalmente repensada e otimizada durante o período de pandemia. “Já estávamos em processo de mudança do Instagram, mas a pandemia veio e acelerou as intervenções”, conta. Segundo ele, houve uma procura maior na plataforma digital por dicas e soluções. “Tivemos uma interação alta com a audiência, que passou a buscar mais informações sobre cuidados e precauções com a pandemia nos ambientes de trabalho, bem como sobre adaptações em casa para viabilizar o home office”, aponta.

Na conta comercial, Sérgio e equipe produzem conteúdos pensados para o novo momento. Além de distribuir e-book gratuito sobre cuidados nos escritórios, eles têm feito materiais em vídeo. “Recentemente fizemos um sobre como escolher bem uma cadeira para trabalhar em casa e este material repercutiu muito bem”, recorda. Inclusive, as atualizações on-line têm rendido clientes. “Várias pessoas nos procuraram pedindo ajuda neste tema de viabilização do home office, como mobiliário apropriado, tecnologias possíveis, questões de ergonomia e saúde no trabalho”, conclui.

Para Danielle Mattos, da Marhen Arquitetura, o atual cenário vivido no país também provocou mudanças na forma de trabalhar. Segundo ela, as postagens se tornaram mais frequentes e um dos principais meios de apresentar o portfólio de projetos aos clientes. “Como mais pessoas estão em casa, sentimos a necessidade de investir em marketing em redes sociais. Com isso, o foco no Instagram acabou sendo potencializado”, diz.

Danielle explica que conta com a ajuda de um profissional de design gráfico para tornar as publicações mais atraentes e com layout padronizado. “Justamente nesta época de pandemia notamos a importância de manter e investir nessas publicações”, diz.

Assim como os colegas de profissão, as sócias Raine Vitoriano e Thauana Costa, da RVK Arquitetura e Construção, também optaram por intensificar a presença nas redes. “Essa é a nossa maior vitrine no momento”, justifica Thauana.

Elas estão levando a sério a produção de conteúdo. Por isso, contrataram e treinaram uma pessoa para acompanhar as obras e fotografá-las nas visitas técnicas. “Percebemos essa necessidade de produzir conteúdo um pouco mais elaborado. Dessa forma, o cliente também pode ver um pouco mais de nosso dia a dia”, assinala Thauana.

Em tempos de negócios cada vez mais conectados, ela admite que uma das primeiras coisas que os clientes costumam perguntar aos profissionais da área é perfil da conta do Instagram para poderem acompanhar outros projetos e se inspirarem.

Com apenas três anos de mercado, a RVK cresceu 100% em 2020, recebendo inclusive o Prêmio 30+ da tradicional loja de construção Só Reparos. Desde o início da pandemia o escritório aumentou 120% a contratação de projetos, 100% o acompanhamento em obras e, consequentemente, 100% o número de funcionários.

Últimas notícias