Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Vídeo: bolsonaristas queimam máscaras e foto de Eduardo Paes no Rio

Gravação que circula na internet também indica a participação no manifesto de um médico do gabinete paralelo investigado pela CPI da Covid

atualizado 24/10/2021 21:46

Reprodução / Twitter

Um vídeo que circula na internet mostra um grupo de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) queimando máscaras de proteção facial, no Rio de Janeiro, com a foto do prefeito da cidade, Eduardo Paes (PSD).

O responsável por compartilhar informa que a gravação é deste domingo (24/10), embora não haja menção sobre a data do ato.

“Vamos num ato simbólico colocar fogo nessa maldição. Que essa maldição caia por terra e que nós sejamos um povo livre por natureza”, diz a integrante do manifesto negacionista responsável por filmar o ato.

Um homem que usa um microfone para se comunicar com os participantes também estimula o descarte do equipamento. “Se livrem dessa focinheira”, aguça.

Após um pequeno acúmulo de máscaras, a militante bolsonarista questiona: “Cadê a foto desse canalha?”, ao se referir a Eduardo Paes. “Esse canalha tem mais de 113 processos”, continua.

“A partir de hoje, toda a manifestação da direita vai ser assim, ó”, diz o locutor ao apontar o dedo para a pequena fogueira.

O vídeo foi publicado por Arthur Holanda e compartilhado com perfis famosos no Twitter, como Tesoureiro, Desmentindo Bolsonaro e Jair Me Arrependi.

Um possível médico que integra o manifesto foi identificado pelo usuário em uma das reuniões do chamado gabinete paralelo, grupo que orientava extraoficialmente as ações do Ministério da Saúde durante a pandemia.

Veja o vídeo:

Mais lidas
Últimas notícias