Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Secretaria de Saúde do DF libera 120 mil doses da vacina contra a Covid. Veja distribuição

Nova remessa do Ministério da Saúde permite reduzir faixa etária para 55 anos e organizar uma "operação de guerra" para imunizar servidores

atualizado 10/06/2021 16:30

VacinaFoto: Images By Tang Ming Tung

O Governo do Distrito Federal (GDF) detalhou nesta quinta-feira (10/6) os novos grupos prioritários a serem contemplados com a primeira dose da vacina pela Secretaria de Saúde. Segundo o secretário chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha, a nova remessa do Ministério da Saúde vai permitir reduzir o grupo etário para 55 anos, organizar uma “operação de guerra” para imunizar servidores da Secretaria de Educação e a continuidade da campanha para outras categorias (veja abaixo).

O remanejamento das doses visa dar mais velocidade, reduzir as idade e incluir outras classes profissionais. A secretaria com as vacinas destacou 120 mil doses para vacinação:

  • 500 doses para servidores do Ministério da Saúde;
  • 245 doses para servidores da Anvisa;
  • 38 mil doses para Secretaria de Educação (incluindo continuidade de profissionais de creches);
  • 2 mil doses para pessoas em situação de rua;
  • 5 mil doses para rodoviários;
  • 1 mil doses para aeroportuários;
  • 15 mil doses para continuar vacinação de pessoas com comorbidades;
  • 10 mil doses para continuar vacinação de pessoas com deficiência sem BPC;
  • 43 mil doses para pessoas com 55 anos;
  • 1,5 mil para profissionais da área de segurança pública.

 

Educação

Rocha também afirmou que cerca de 36,2 mil doses da vacina Janssen, da Johnson & Johnson, serão destinadas para a vacinação de profissionais de educação pública do Distrito Federal. A decisão foi tomada porque o lote chegará com prazo de validade até o dia 27 de junho e, por isso, a imunização será em massa, com apenas uma dose, conforme orienta o laboratório.

Segundo o secretário, a remessa da nova fórmula deve chegar entre domingo (12/5) e terça-feira (14/5) e serão aplicadas exclusivamente para gestores, professores e servidores administrativos da rede pública do Distrito Federal. A ideia é dar seguimento à expectativa do governador Ibaneis Rocha (MDB) para a retomada das aulas no mês de agosto. Outras 1,8 mil doses da Coronavac serão utilizadas, para finalizar vacinação de profissionais de creche, completando, assim, 38 mil doses para a Educação pública do DF.

“Em alguns momentos, até 22% não compareceram para vacinação. A Educação e a Saúde montará uma operação de guerra para vacinar essas pessoas. Como foi repercutido pela imprensa, a Janssen tem prazo de validade até o dia 27. Será feita uma lista pela Secretaria de Educação por escola. No momento que for confirmada a chegada da vacina, esses profissionais precisam buscar imediatamente o seu posto. A vacina é uma dose só”, frisou.

Rocha também afirmou que outras categorias, além da faixa etária dos 55 anos, também receberão as remessas para continuar com a vacinação dos grupos prioritários. Segundo ele, cinco mil doses serão para rodoviários, mais 15 mil para pessoas com comorbidades e 10 mil para pessoas com deficiência e sem BPC.

55 anos

O governador Ibaneis Rocha (MDB) anunciou, na manhã desta quinta-feira (10/6), que o agendamento para vacinação contra a Covid-19, no que se refere a pessoas com 55 anos ou mais, sem comorbidades, começará ao meio-dia na sexta-feira (11/6). São 43 mil pessoas, dos cerca de 60 mil, da faixa etário. A diferença é daqueles que já se vacinaram por estarem contemplados em outras categorias

Segundo Ibaneis informou à coluna Grande Angular, com as doses da Janssen, será possível imunizar todos os profissionais da educação pública da capital federal. “Assim, pretendemos retornar às aulas”, disse.

Como mostrou o Metrópoles em matéria publicada nesta quinta-feira (10/6), professores recusam-se a voltar às aulas presenciais sem a imunização. A retomada das atividades nas escolas está prevista para agosto.

Nas contas do governo local, todos os servidores da segurança já foram imunizados, encerrando a destinação de vacinas para esse público.

Últimas notícias