Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Luis Miranda irá sozinho à PF: “Verdade não precisa estar acompanhada”

Deputado responsável por denunciar supostas irregularidades na compra da Covaxin presta depoimento nesta tarde em inquérito sobre caso

atualizado 27/07/2021 13:50

Luis MirandaGabriela Biló/Agência Estado

Um dos responsáveis por denunciar irregularidades na compra da Covaxin pelo Ministério da Saúde, o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) decidiu ir sozinho ao depoimento marcado para às 15h desta terça-feira (27/7) na Polícia Federal. Ele será ouvido por delegados sobre o inquérito aberto para investigar o caso.

“Já disse que tenho como provar tudo que eu disse, a verdade não precisa de estar acompanhada de ninguém para reafirmá-la”, disse.

Marcado originalmente na semana passada, o congressista solicitou à Polícia Federal para adiar o depoimento no inquérito porque acompanharia a filha na 22ª Copa Brasil de Kart, em Londrina (PR).

Ainda na semana passada, o parlamentar criticou o que chamou de “vazamento seletivo” de trechos do depoimento dado pelo irmão dele, o servidor concursado do Ministério da Saúde Luis Ricardo Miranda, sobre o mesmo episódio. Por isso, solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF) para ter acesso ao inteiro teor daquele depoimento.

“Vou ter que reiterar agora ao STF para que me explique qual é a lógica dessa investigação, porque eu não tenho problema que tudo seja exposto, não tenho problema para que meu depoimento seja gravado e exposto. Não tenho intenção de esconder nada. Agora, alguém parece achar interessante essa metodologia de ocultar o que aconteceu, mas solta as partes que interessam de forma errada, porque não reflete a verdade. É um parágrafo dentro de um contexto que dá um entendimento que não é o verdadeiro”.

Últimas notícias