Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

GDF muda forma de vacinação e cria postos presenciais no fim de semana

Secretaria de Saúde estava trabalhando aos sábados e domingos apenas com a modalidade drive-thru, mas irá ampliar para pontos físicos

atualizado 15/04/2021 15:42

vacinação no parque da cidadeGustavo Moreno/Especial para o Metrópoles

O secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, anunciou mudanças na forma de vacinação contra a Covid-19 dos grupos prioritários no Distrito Federal. As alterações foram comunicadas durante coletiva de imprensa, realizada nesta quinta-feira (15/4), no Palácio do Buriti.

Segundo ele, até então, a Secretaria de Saúde estava trabalhando no fim de semana apenas com a modalidade drive-thru, mas após reclamações recebidas pelo Governo do Distrito Federal, o governador Ibaneis Rocha (MDB) determinou que haja possibilidade de atendimento presencial também.

Com isso, para a vacinação no sábado (17/4) e domingo (18/4), a Secretaria de Saúde terá 13 locais para a imunização, sendo quatro para atendimento presencial (Samambaia Recanto das Emas, Ceilândia e Sobradinho).

Além disso, outros três pontos serão mistos e atenderão nas duas modalidades (Estádio Bezerrão, Guará e Planaltina) e outros 6 postos exclusivamente para atendimento de pessoas que preferem esperar no carro. (Iguatemi, Jardim Botânico, Ceilândia, Unieuro, Taguaparque e Parque da Cidade).

“Queremos lembrar que as pessoas não precisam ir apenas nesses dias [sábado e domingo]. Durante a semana, as pessoas também podem procurar os postos para quem não quiser enfrentar o sol, por exemplo”, disse o secretário de Saúde, Osnei Okumoto.

Nova faixa etária

Como adiantou a coluna Grande Angular, a vacinação contra Covid-19 de pessoas com 64 e 65 anos no Distrito Federal começa neste sábado (17/4). A informação foi confirmada pelo governador Ibaneis Rocha (MDB).

O Ministério da Saúde anunciou o envio ao DF de 80 mil doses de AstraZeneca e Coronavac, entre as quais 72,8 mil serão aplicadas, e o restante deve ser mantido como reserva técnica. A previsão é que os imunizantes cheguem à capital do país até sexta-feira (16/4).

 

Últimas notícias