Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Futuro líder do governo na CLDF, Hermeto testa positivo para Covid-19

A informação foi confirmada ao Metrópoles na manhã desta quinta-feira (17/12). Exame Swab foi realizado na terça-feira (15/12)

atualizado 17/12/2020 12:49

Reprodução/Facebook

O deputado distrital João Hermeto (MDB) testou positivo para a Covid-19. A informação foi confirmada ao Metrópoles na manhã desta quinta-feira (17/12).

O futuro líder do governo na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), realizou exame na última terça-feira (15/12) à tarde para detecção da presença do novo coronavírus no organismo.

O resultado saiu na manhã desta quinta. O exame laboratorial Swab deu positivo para a infecção.

Segundo a assessoria do parlamentar, Hermeto cumpre isolamento em casa, seguindo todas as recomendações médicas.

Liderança do governo

Nessa quarta-feira (16/12), o governador Ibaneis Rocha (MDB) confirmou  a escolha do deputado distrital para assumir a liderança do governo na CLDF.

A coluna Janela Indiscreta, do Metrópoles, já havia antecipado a tendência do emedebista por algum integrante do próprio partido.

Na manhã de quarta, o distrital Claudio Abrantes (PDT) anunciou que deixará a função a partir de janeiro, após ter sido escolhido presidente da Comissão de Assuntos Fundiários (CAF). O comunicado foi feito durante uma reunião no Palácio do Buriti.

“Após dois anos de muito trabalho e de muita produtividade, nós chegamos a um comum acordo, até para que eu possa me dedicar mais à Comissão de Assuntos Fundiários, que tem muitas pautas importantes para o próximo biênio. Por isso, deixo a liderança do governo”, justificou o pedetista.

Escolhido como sucessor, Hermeto terá de ter jogo de cintura para agregar votos não apenas dos apoiadores do governo mas também do chamado Centrão. O grupo de deputados autodenominados “independentes” tem incomodado o Palácio do Buriti, principalmente nas pautas que necessitam de maior quórum para aprovação no plenário.

Quem vai ocupar o cargo de vice-líder será o distrital Robério Negreiros (PSD). “Farei o meu melhor para defender os interesses do governo em prol da população do DF, que sofreu muito no último ano com as medidas de prevenção aos avanços do coronavírus e clama por uma retomada vigorosa na geração de emprego e renda, bem como melhorias significativas na área da saúde”, disse.

Entre as atribuições de líder e vice-líder de governo, estão as prerrogativas de fazer uso da palavra durante as sessões deliberativas, tomar parte nas reuniões do Colégio de Líderes e, ainda, direcionar a votação da base sobre qualquer proposição que tramite no plenário da Casa.

Últimas notícias