Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

DF: Secretaria de Saúde retomará 2,3 mil cirurgias eletivas suspensas

Pelo menos 2,3 mil pessoas aguardam por algum tipo de procedimento cirúrgico sem urgência na rede pública de Saúde do DF

atualizado 13/05/2021 17:06

Osnei Okumoto, secretário de Saúde do DFGustavo Moreno/Especial Metrópoles

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, afirmou nesta quinta-feira (13/5) que a pasta retomará a realização de cirurgias eletivas emergenciais (aquelas não urgentes) que aguardam na rede pública local. Atualmente, segundo ele, pelo menos 2,3 mil pessoas aguardam por algum tipo de procedimento cirúrgico.

“A gente vai poder disponibilizar leitos de Covid para não Covid. A maior parte são aquelas cirurgias gerais, mais direcionadas a hérnias”, disse.

Okumoto diz que grande parte desses procedimentos não depende de leitos de retaguarda, o que agilizará a realização, a depender da complexidade do caso.

“Faremos isso de forma responsável”, frisou.

Comorbidades

Ainda segundo Gustavo Rocha, pelo menos 165 mil pessoas com algum tipo de comorbidade da atual fase da vacinação já realizaram o cadastro no sistema da Secretaria de Saúde para receber a primeira dose da vacina. O número representa 42% dos 390 mil cadastros da pasta. “Dessas pessoas, já temos 80 mil agendados e vacinados”.

Últimas notícias