com Rebeca Ligabue, Hebert Madeira e Sabrina Pessoa

Mulheres empreendedoras inspiram nova coleção da marca VitrinesDay

Com parte das vendas, a jornalista e estilista brasiliense Dayane Almeida ajudará microempreendedoras que trabalham vendendos doces

atualizado 01/05/2021 9:24

Dayane Almeida e Rayane Tayla - VitrinesDayVitrinesDay/Divulgação

Dando continuidade à missão de fazer moda com propósito, a nova coleção da marca brasiliense VitrinesDay homenageia mulheres empreendedoras, em especial as microempresárias que vendem produtos de confeitaria e ficaram sem renda durante a pandemia de Covid-19. Fundadora da etiqueta de vestuário, a jornalista e estilista brasiliense Dayane Almeida destinará 10% do valor das vendas para mulheres desse nicho profissional que estão passando por dificuldades. As peças estão disponíveis a partir deste sábado (1º/5).

Vem saber todos os detalhes sobre a coleção e a ação especial!

Giphy/VitrinesDay/Divulgação

Detalhes da coleção

Tecidos leves como viscolinho, crepe, linho e bengaline ganham forma nas peças da coleção Empreendedorismo Feminino. Ao todo, são 13 modelos, incluindo vestidos, macaquinhos, calça, regatas, saias e top cropped, com possibilidade de ajuste gratuito. A cartela traz tons suaves de verde, azul e rosa para proporcionar uma sensação de tranquilidade, leveza e conforto. Para as estampas, as apostas são linhas finas, poá e folhagens.

Day, como também é chamada, criou a coleção de acordo com as demandas da pandemia, especialmente o momento de trabalho remoto. “As peças são soltinhas e com muito conforto. Não adiantava trazer roupas mais rebuscadas, porque as pessoas não estão buscando por isso”, explica. As modelagens atendem ao que a estilista chama de “corpos reais”. Afinal, a grande missão da marca é resgatar a autoestima e o equilíbrio emocional das mulheres.

O lookbook é estrelado por quatro empresárias, incluindo a própria Dayane Almeida e a irmã, Rayane Tayla, que é também pedagoga e confeiteira. Durante a pandemia, ela virou sócia da VitrinesDay e cuida de toda a parte administrativa da marca. Outra estrela do ensaio fotográfico é a manicure e pedicure Mylka Flávya. A chef e professora de confeitaria Ada Silva, por sua vez, aparece nas fotos e também assina a coleção.

Look da coleção Empreendedorismo Feminino, da VitrinesDay
Quatro empresárias estrelam o lookbook da nova coleção da VitrinesDay, intitulada Empreendedorismo Feminino

 

Look da coleção Empreendedorismo Feminino, da VitrinesDay
A jornalista e estilista Dayane Almeida, fundadora da VitrinesDay, é uma delas! Com site novo, a marca está entrando em uma nova fase

 

Look da coleção Empreendedorismo Feminino, da VitrinesDay
Esta é Rayane Tayla, irmã de Dayane e atual sócia da marca. “Meu coração está cheio de expectativa. Poder contar um pouco desse nosso recomeço para outras mulheres e ajudar, de forma prática, é algo que deixa meu coração muito feliz”, ela conta à coluna

 

Look da coleção Empreendedorismo Feminino, da VitrinesDay
Mylka Flávya é manicure e pedicure há mais de 10 anos e atua no Recanto das Emas (DF). Ela, que tem uma peça de cada coleção da marca, disse que está honrada em fazer parte do projeto: “Sei que Deus vai trazer mais pessoas para ajudar essas empresárias que não têm alimento para dentro de suas casas”

 

Look da coleção Empreendedorismo Feminino, da VitrinesDay
A chef e professora de confeitaria Ada Silva assina a coleção. “Estou muito feliz. Por meio dessa ação, dezenas de pessoas vão ser abençoadas. Esse é o meu foco”

 

Olhar social

Por causa da pandemia, as vendas da VitrinesDay diminuíram muito. Ao mesmo tempo, Dayane Almeida viu de perto a dificuldade de outras empresárias, entre as próprias amigas e nas redes sociais. Pesquisando sobre essa questão, a jornalista e estilista notou que os negócios comandados por mulheres são ainda mais afetados do que aqueles capitaneados por homens, como revelam dados do Sebrae em parceria com a Fundação Getulio Vargas.

A partir daí, Dayane quis fazer uma coleção inspirada em mulheres empreendedoras, mas pensou em um recorte ainda mais específico ao conhecer Ada Silva. Há vários anos, a especialista em confeitaria oferece cursos gratuitos para mulheres carentes e tem um grupo com elas. Nas aulas, ensina a fazer quitutes açucarados, como bolos e pães de mel. A partir daí, elas comercializam os produtos na entrada de escolas, faculdades, lojas e centros comerciais.

Porém, impossibilitadas de vender nas ruas por causa da pandemia, muitas dessas mulheres ficaram desamparadas financeiramente. Dayane conta que Ada Silva começou a receber relatos até de quadros de depressão. “Essas microempresárias vivem do que vendem no dia. Se vendem R$ 50, é o dinheiro que elas têm para comprar material, produzir para o dia seguinte e levar comida para os filhos. Se ficam dois dias sem vender, o negócio já quebra”, conta a estilista.

Diante dessa situação, Day e a irmã reformularam uma ação especial que sempre acompanha os lançamentos da VitrinesDay, o “Dia de Princesa”. Nessa coleção, em vez de beneficiar uma única cliente com história de superação, a empresária destinará 10% do valor das vendas para cestas básicas, que serão entregues a microempreendedoras do ramo da confeitaria. Com as cestas, a marca doará kits contendo ingredientes para preparar doces, com material suficiente para, ao menos, dois dias.

Como a rede de contatos de Ada Silva é grande, a própria chef avaliará o destino das cestas, priorizando mulheres que estiverem em situação mais vulnerável. “Não vamos estender para muitas pessoas porque o meu negócio ainda é pequeno. Meu sonho é poder ajudar mais, mas fechamos nesse nicho porque é uma realidade que Ada está vivendo e sofrendo muito ao ver essas mulheres”, justifica Dayane.

Para Ada, o convite da marca foi como uma resposta divina sobre o trabalho social que ela realiza há duas décadas. “No momento do convite da VitrinesDay, eu estava, e ainda estou, fazendo a campanha da Cesta Solidária. Vi ali uma resposta de Deus. Tem sido difícil obtermos ajuda, sozinha não tenho condições. Quando veio essa proposta, foi como se eu tivesse levado uma injeção de ânimo para continuar”, conta Ada.

Look da coleção Empreendedorismo Feminino, da VitrinesDay
A coleção traz 13 peças com cores suaves

 

Look da coleção Empreendedorismo Feminino, da VitrinesDay
O poá é uma das três estampas do compilado

 

Look da coleção Empreendedorismo Feminino, da VitrinesDay
Esta blusa tem alças opcionais e pode virar um top cropped, se o elástico for puxado para cima

 

Look da coleção Empreendedorismo Feminino, da VitrinesDay
O conforto é predominante no lançamento

 

Look da coleção Empreendedorismo Feminino, da VitrinesDay
Quem comprar as peças vai permitir a doação de cestas básicas para microempreendedoras

 

Lançamento adaptado para a pandemia

Para o lançamento da nova coleção, Dayane fará atendimentos com horário marcado no espaço físico da VitrinesDay, localizado na Asa Sul. Os agendamentos podem ser feitos de 10h as 20h neste sábado (1º/5) e no domingo (2/5), entre 10h e 16h. O contato é feito pelo Instagram ou WhatsApp da marca. Quem quiser também pode levar alimentos não perecíveis para reforçar a ação.

Para ajudar ainda mais as microempreendedoras, a estilista quer costurar e fornecer aventais, que serão como uma espécie de “uniforme” de trabalho. Por experiência própria, ela acredita que a apresentação é a alma do negócio. “A ideia é que eu mesma consiga costurar. Estamos torcendo para vender muito e conseguirmos produzir os aventais para entregar junto com os kits”, acrescenta.

Look da coleção Empreendedorismo Feminino, da VitrinesDay
Neste fim de semana, a VitrinesDay fará atendimentos com horário marcado no showroom da marca, localizado na Asa Sul

 

Look da coleção Empreendedorismo Feminino, da VitrinesDay
Vestido com fenda lateral e recortes vazados

 

Look da coleção Empreendedorismo Feminino, da VitrinesDay
Look da coleção Empreendedorismo Feminino, da VitrinesDay

 

Novidades a caminho

Por causa das dificuldades da pandemia, Dayane cogitou fechar o showroom e tornar as vendas da VitrinesDay totalmente digitais, mas mudou de ideia. “Gosto demais daquele lugar, me inspira. VitrinesDay é uma marca de roupas, mas elas [as clientes] compram mais como uma ajuda psicológica. Elas chegam, sentam e começam a conversar. Depois, fazem as compras, porque se sentem acolhidas”, comenta.

Como de costume, a estilista lança uma coleção já pensando na seguinte. No compilado de roupas, Day quer homenagear as professoras. “Considero essa a profissão mais importante, porque todas as outras vêm por meio dela. Estamos pensando em trazer roupas com uma pegada mais retrô”, antecipa. Ela também quer inaugurar uma linha masculina até julho de 2022. Vamos aguardar!

Serviço:
Lançamento da coleção Empreendedorismo Feminino, da VitrinesDay
Neste sábado (1º/5), das 10h às 20h; e domingo (2/5), das 10h às 16h
Atendimento com horário marcado
SEPS 705/905, Edifício Centro Empresarial Asa Sul, Sala 318, Asa Sul
(61) 99156-5949 (WhatsApp)
@vitrinesday


Colaborou Hebert Madeira

Últimas notícias