metropoles.com

Kanye West lançará linha acessível da Yeezy em parceria com a Gap

A collab entre marca do rapper e a varejista norte-americana oferecerá peças masculinas, femininas e infantis a partir de 2021

atualizado

Compartilhar notícia

Arnold Jerocki/GC Images via Getty Images
Kanye West em desfile da Yeezy Season 8
1 de 1 Kanye West em desfile da Yeezy Season 8 - Foto: Arnold Jerocki/GC Images via Getty Images

Kanye West terminou a semana dando mais um passo no ramo da moda. A marca Yeezy, que pertence ao rapper, produzirá uma linha de peças acessíveis em parceria com a varejista Gap. O acordo entre as duas etiquetas valerá por 10 anos, segundo anúncio feito nessa sexta-feira (26/06). Durante esse período, a Yeezy continuará lançando seus próprios produtos de maneira independente, com preços mais elevados. A linha de Kanye, conhecida pelos tênis caros e cobiçados, é produzida, distribuída e vendida pela marca alemã Adidas.

Vem comigo saber os detalhes!

O próprio Kanye West ficará a cargo da direção criativa da nova linha, que terá roupas para um público amplo (masculino, feminino e infantil), desenvolvidas pela equipe de design da Yeezy. Os produtos serão baseados em “conceitos básicos, modernos e elevados” e chegarão às lojas e e-commerce só em 2021.

A participação do rapper não acaba por aí. Ele contribuirá com o conceito da loja da collab e o layout do e-shop. Segundo o próprio artista, a estilista nigeriana-britânica Mowalola Ogunlesi – cuja grife homônima já conquistou a modelo Hailey Bieber – será diretora de design da nova linha. Quanto à pegada das peças, ainda há poucos detalhes.

Nessa sexta-feira (26/06), West começou o dia publicando uma foto no Twitter, com uma pessoa segurando uma bolsa. Nela, uma estampa diz a seguinte frase: “Desenvolvida por Yeezy e Gap”. Em seguida, compartilhou o logotipo de três letras, com o nome YZY, e outro tuíte sobre futuros lançamentos. Este último cita a função de designer de Mowalola.

O contrato entre as duas etiquetas, válido pelos próximos 10 anos, poderá ser renovado por mais cinco, de acordo com a imprensa internacional. Em metade desse período, a Gap espera atingir uma receita anual de US$ 1 bilhão com as vendas da parceria, enquanto a Yeezy receberá royalties e parte do lucro em cima do valor. Vale lembrar que as arrecadações da linha, estimadas em US$ 140 milhões no ano passado, colocaram Kanye West na lista de bilionários da revista Forbes.

Kanye West
O novo passo de Kanye West na indústria da moda é uma parceria de 10 anos entre sua marca, Yeezy, e a varejista norte-americana Gap

 

Foto compartilhada por Kanye West nessa sexta-feira (26/06). A bolsa é decorada com a frase “Desenvolvida por Yeezy e Gap”
Esta foto compartilhada por Kanye West na sexta-feira (26/06) anunciou a novidade. A bolsa é decorada com a frase “Desenvolvida por Yeezy e Gap”

 

Logo da Yeezy Gap
Logotipo da Yeezy Gap, também compartilhado pelo rapper

 

Estilista Mowalola Ogunlesi
Também pela rede social, West anunciou que a designer Mowalola Ogunlesi será diretora de design da linha

 

Kim Kardashian, Kanye West e filhos vestindo Mowalola
O rapper e a família são fãs das peças da estilista. Neste clique do Dia dos Pais nos EUA, eles estão vestindo peças da grife homônima Mowalola

 

Presentation da Yeezy
A linha terá preços mais acessíveis do que os cobiçados tênis Yeezy, com roupas masculinas, femininas e infantis, e estará disponível a partir de 2021

 

Ações disparadas e relação entre Kanye West e a Gap

Vale destacar que o rapper e empresário já teve uma relação com a Gap. Ele trabalhou em uma loja da rede durante a adolescência, nos anos 1990, em Chicago. Porém, a experiência não foi das melhores, como ele indica na letra nada lisonjeira da canção Spaceship, de 2004, com algumas menções àquela época. Entre elas, frases como “Se meu gerente me insultar de novo, eu vou voar nele”.

Por outro lado, uma entrevista de cinco anos atrás mostra que a situação parece ter mudado. West declarou para a revista InStyle, por exemplo, que “gostaria de ser o Steve Jobs da Gap”. Com a nova parceria, provavelmente, ele conseguirá realizar o desejo ambicioso, em parte.

A marca comemorou a parceria com o artista. “Estamos empolgados em receber Kanye de volta à família Gap como um visionário criativo, aproveitando a estética e o sucesso de sua marca Yeezy e definindo juntos uma parceria de varejo”, celebrou Mark Breitbard, chefe global da empresa, com sede em São Francisco (Califórnia).

Logo após o anúncio, as ações da Gap aumentaram em 12%, o equivalente a US$ 400 milhões, segundo números da CNBC informados na manhã de sexta-feira (26/06). Algumas horas depois, a porcentagem subiu para 28%, correspondendo a um salto de mais de US$ 1 bilhão no valor de mercado. A notícia é ótima para a empresa, já que a crise do novo coronavírus causou um prejuízo de US$ 1 bilhão no primeiro trimestre.

Kanye West
Kanye West tem uma relação antiga com a Gap

 

Capa do álbum College Dropout, de Kanye West
Na canção Spaceship, de seu disco de estreia, College Dropout (2004), ele faz referências ao tempo em que trabalhou em uma loja da rede

 

Rapaz com peças da Gap
Posteriormente, Kanye chegou a dizer que gostaria de ser o equivalente ao “Steve Jobs da Gap”

 

Rapaz com moletom da Gap
A marca de peças casuais, moletons e itens sporty abriu as portas em 1969

 

Criança com peças da Gap
O anúncio da collab com Kanye alavancou as ações da Gap em 30%. Segundo o editor da CNBC, isso faz o valor de mercado da marca aumentar em mais de US$ 1 bilhão

 

A colaboração perfeita

A rede de lojas Gap abriu as portas no ano de 1969 e é famosa pelas peças casuais, moletons e itens sporty, detalhe que tem tudo a ver com a pegada comfy esportiva das coleções de vestuário da Yeezy. No último ano, a label californiana fez várias colaborações notáveis, incluindo lançamentos infantis com marcas como Heron Preston, Balmain e Stella McCartney.

Será que a colaboração e o prestígio da Yeezy podem salvar a Gap dos prejuízos da Covid-19? De acordo com o Business of Fashion, a companhia fechou 3,3 mil lojas por causa do impacto da pandemia e afastou mais de 80 mil funcionários.

Para Kanye West, 2020 é um ano de expansão de horizontes, já que ele deve adentrar também o universo da beleza. Recentemente, o rapper entrou com um pedido de registro da marca Yeezy Beauty. Será que ele pretende concorrer com a própria linha de beleza da esposa, Kim Kardashian, a KKW Beauty? Resta aguardar.

Em abril, a Forbes estimou o patrimônio de West em US$ 1,26 bilhão, enquanto o valor da Yeezy ficou em torno dos US$ 2,9 bilhões. A marca, produzida e comercializada pela Adidas, foi lançada em 2015. No último mês de março, o rapper apresentou um desfile para a Yeezy depois de três anos longe das passarelas. O show ocorreu na Semana de Moda de Paris. Veja abaixo:

Colaborou Hebert Madeira

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações