Por Ilca Maria Estevão, Rebeca Ligabue, Hebert Madeira e Sabrina Pessoa

Sem estereótipos: Gucci oficializa linha genderless dentro da marca

Intitulada como Gucci MX, a nova categoria já está disponível no site da grife com os produtos que compõem a primeira coleção da novidade

atualizado 05/08/2020 19:41

Modelo Campanha GucciGucci/Divulgação

Há cinco anos, o diretor criativo da Gucci vem implementando novas vertentes na casa italiana. Entre elas, a pegada genderless, estilo que ultrapassa o limite entre masculino e feminino. Nas passarelas, Alessandro Michele já começou a mostrar a mistura de gêneros desde a sua primeira coleção para a marca. Em nome da quebra de estereótipos, nasce a categoria MX.

Vem comigo saber mais!

Giphy/Gucci/Reprodução

Batizada como Gucci MX, a nova categoria é composta por peças genderless para incentivar a autoexpressão por meio do vestuário. A novidade vem recheada dos clássicos da grife em modelagens repaginadas para abraçar todos os corpos. Com peças do ready-to-wear, o tópico engloba sapatos, bolsas e acessórios queridinhos.

Já com espaço em destaque no e-commerce da Gucci, a MX mostra que veio para ficar, assim como as criações clássicas da grife que acompanha gerações. “As coleções da Gucci pretendem desconstruir binários preconcebidos e questionar como esses conceitos se relacionam com nosso corpos”, explicou a label no site.

Gucci MX
A Gucci MX é a nova linha da grife da Gucci

 

Gucci MX
A coleção de estreia é composta por peças ready-to-wear, ou “prontas para usar”

 

Gucci MX
A categoria já está disponível no site da label

 

Gucci MX
As peças que compõem a primeira coleção são resultado da curadoria de Alessandro Michele

 

Frutos da curadoria de Alessandro Michele, 65 opções compõem a linha de vestuário MX. Estampas de zebra, leopardo, flores, listras e diferentes padronagens de xadrez aparecem em peças confeccionadas em camurça, lã, seda e veludo.

As roupas estão disponíveis exclusivamente on-line. Na nova aba, os itens de vestuário aparecem em um menu construído ao lado dos acessórios da grife de luxo, que são sugeridos na nova coleção como complementos para finalizar as propostas de looks.

“O MX destaca a natureza performativa do que vestimos, apresentando masculinidade e feminilidade como conceitos relativos”, pontuou a etiqueta.

Gucci MX
Para a novidade, as peças do vestuário foram adaptadas a novas modelagens

 

Gucci MX
Agora, as peças clássicas abraçam diferentes tipos de corpos e gêneros

 

Gucci MX
O projeto já segue a vibe que o diretor criativo vem implementando na casa

 

Gucci MX
A nova coleção da casa busca incentivar a autoexpressão por meio do vestuário

 

Alessandro Michele está ressignificando a visão boêmia da casa. A categoria recém-lançada traz uma realidade inovadora para a marca. Para colorir o momento, as ilustrações do artista Melek Zertal também ganharam destaque no site e redes sociais da etiqueta.

 

Ver essa foto no Instagram

 

1/9 Gucci announces MX, a curated selection across categories and collections designed by @alessandro_michele that defy traditional stereotypes, celebrating liberty and self-expression. MX is celebrated by artist @melekzertal in a specially commissioned comic strip ahead of the September launch of Issue 4 of @frankenstein_magazine—the Milan-based publication art directed the work. In this first illustration, the professor is quoted saying “Gender identity is not something static, instead it is dynamic and it is constituted by our daily behaviour and self-expression”. The professor wears a look from MX of a coat, denim pants and #GucciEyewear. MX is born from the 5-year creative vision of #AlessandroMichele’s collections which take shape in gender fluidity and freedom to express who you are. Discover MX, available exclusively on Gucci.com through link in bio.

Uma publicação compartilhada por Gucci Official (@gucci) em

Colaborou Sabrina Pessoa

Últimas notícias