Por Ilca Maria Estevão, Rebeca Ligabue, Sabrina Pessoa, Marcella Freitas, Carina Benedetti e Luiz Maza

Calças e saias cargo ressurgem na moda. Inspire-se na tendência

As peças utilitárias retornam ao radar da moda de maneira repaginada. Fashionistas mundo afora têm apostado nos itens com DNA despojado

atualizado 19/09/2022 13:33

Malu Borges usa calça cargo @maluborges/Instagram/Reprodução

Não é de hoje que uma atmosfera nostálgica paira sobre as produções de moda. As novas gerações, em especial, têm resgatado os elementos mais emblemáticos da virada do milênio por intermédio da tendência Y2K, que remete ao estilo único dos anos 2000. Depois das minissaias, calças de cintura baixa e bolsas baguete, é chegada a vez de outro hit muito usado no começo do século 21: as peças cargo.

Vem ver!

 

Giphy/@vanessatguerra/Instagram/Reprodução

Ciclo das tendências

Nas últimas décadas, foi possível notar um padrão na forma como as releituras retornam. É o que observou a pesquisadora Suzana Cohen, do laboratório de tendências ÜberTrends. Em palestra, a especialista indicou que, nos âmbitos da moda, da decoração e do design, prevalece uma espécie de túnel do tempo: o ciclo dos 20 anos.

No panorama indicado pela estudiosa, os elementos que fizeram sucesso em outras décadas tendem a voltar para o radar a cada 20 anos. No entanto, eles ressurgem com características renovadas, atuais e mais conectadas com o momento presente. Considerando a teoria, percebe-se algumas tendência que seguiram esse caminho: os saltos plataforma, os corsets e as polêmicas calças de cintura baixa.

Nesse mesmo espectro, encontra-se a tendência cargo. Apesar de nunca ter saído do guarda-roupa dos adeptos do estilo streetwear, ela começou a aparecer timidamente nas passarelas. Com versões em nylon, jeans e sarja, as releituras foram exploradas por marcas como Balenciaga, Isabel Marant e Givenchy.

O modelo, criado para o exército britânico em meados da década de 1940, se destaca pelos bolsos, criados com o foco na funcionalidade para soldados. Com o passar do tempo, o item, que era usado como uniforme, ganhou interpretações esportivas.

Eliza Zarur usa calça cargo
As peças cargo estão de volta na moda

 

Malu Borges calça cargo
Os itens com DNA utilitário fizeram sucesso no início dos anos 2000

 

Vanessa Guerra usa calça cargo
As novas gerações, em especial, têm resgatado os elementos mais emblemáticos da virada do milênio por intermédio da tendência Y2K

 

Calça cargo Luisa Sonza
As versões em nylon, jeans e sarja se destacam

Como usar?

A calça cargo é uma peça com DNA despojado e, muitas vezes, está associada ao visual urbano. Nas ruas, a tendência já validada por fashionistas e celebridades mundo afora aparece em combinações diversas. Com a procura por itens mais confortáveis nos últimos anos, a peça aparece como uma opção para quem não abre mão do estilo nas produções casuais.

Nas composições mais sofisticadas, pode ser somada a uma camisa branca e um scarpin, por exemplo. A depender da tonalidade, vale apostar em uma composição com itens na mesma linha utilitária. Em uma proposta mais descolada, camisetas estampadas, parkas e croppeds vão bem. Nos pés, tênis ou botas arrematam com personalidade.

 

Maria Eleonora usa calça jeans cargo
A calça cargo é uma peça com DNA despojado, e, muitas vezes, está associada ao visual urbano

 

Carolina usa calça cargo
Nas ruas, a tendência já validada por fashionistas e celebridades mundo afora aparece em combinações diversas

 

Gabriela Rippi usa calça cargo
A peça aparece como uma opção para quem não abre mão do estilo nas produções confortáveis

 

Bella Hadid saia cargo
Assim como a calça, a saia cargo também ensaia o seu retorno, no tamanho midi e longo

Assim como a calça, a saia cargo também ensaia o seu retorno. Nos tamanhos midi e longo, o modelo voltou com tudo para o figurino de Bella Hadid. Em solo brasileiro, as influenciadoras Malu Borges e Lívia também são adeptas. Para contrastar, as fashionistas costumam unir a saia utilitária com complementos mais elaborados, como tops com amarrações e aplicações. Já nos dias de temperaturas mais baixas, vale investir em sobreposições.


Colaborou Marcella Freitas  

Mais lidas
Últimas notícias