com Rebeca Ligabue, Hebert Madeira e Sabrina Pessoa

Aos 50 anos, Jennifer Lopez redefine rumos do marketing de moda

Com desfile histórico, campanhas em vários segmentos e apresentação no Super Bowl, artista se torna o rosto mais cobiçado do mercado têxtil

atualizado 05/02/2020 9:49

Maddie Meyer/Getty Images

Após a repercussão internacional da apresentação de Jennifer Lopez no Super Bowl no último domingo (02/02/2020), a cantora norte-americana se consagrou como um fenômeno que transcende a indústria fonográfica. Símbolo do empoderamento feminino, aos 50 anos, ela dança, atua, é empresária, produtora e fashion designer. Casada com o ex-jogador de baseball Alex Rodriguez, J.Lo tem dois filhos – os gêmeos Maximilian David Lopez Muñiz e Emme Maribel Lopez Muñiz – e está em plena forma. A estrela nascida no Bronx é, inclusive, um ícone fashion.

Depois da sua aparição inesperada no desfile da Versace, para a primavera/verão de 2020, vestindo um modelo muito semelhante à peça que usou no tapete vermelho do Grammy, no ano 2000, a grife italiana vivenciou um disparo nas vendas. Não demorou e o segmento têxtil enxergou em J.Lo um enorme potencial para aumentar consideravelmente os lucros. Vem comigo saber como Jennifer Lopez está mudando o marketing de moda!

O polêmico vestido

Jennifer Lopez é um dos nomes mais versáteis do show business. Nos anos 2000, ela dava seus primeiros passos na música e na moda. Para sua estreia no Grammy, apostou em um vestido estampado da Versace com um grande e memorável decote, ao lado do então namorado, o rapper Sean Combs (que usava a alcunha de Puff Daddy).

Muito ousado para a época, o look viralizou na internet, tornando-se o primeiro meme fashionista da história. “Descobri que, por causa daquela noite e por causa desse vestido, o Google Images foi realmente criado. Milhares de pessoas procuraram fotos daquela ocasião, mas, naquele momento, não havia uma plataforma na internet na qual pudessem ter acesso às fotos, então, desenvolveram o Google Images”, disse Lopez, em abril, no seu canal do YouTube.

Scott Gries/ImageDirect
Modelo usado por Jennifer Lopez no Grammy de 2000

Mais recentemente, para o desfile de primavera/verão 2020 da casa italiana, no ano passado, durante a Semana de Moda de Milão, Donatella Versace convidou a norte-americana para encerrar a apresentação com uma reinterpretação do icônico visual do Grammy. Pode-se dizer que J.Lo quebrou a internet.

A presença da pop star teve um estrondoso sucesso, gerando US $ 9,4 milhões em publicidade e engajamento on-line, de acordo com o site Lyst.

“Foi, com certeza, o momento mais barulhento que ouvimos durante toda a semana da moda, e uma vitória geral para todas as marcas envolvidas”, disse Joseph Katz, estilista e consultor de marcas de luxo.

Victor VIRGILE/Gamma-Rapho via Getty Images
Jennifer Lopez usa reinterpretação do vestido do Grammy ao lado de Donatella Versace e esbanja saúde aos 50 anos
No auge

Esses números foram suficientes para as grifes do segmento mirarem em J.Lo para as campanhas de 2020. A estrela virou a nova queridinha dos diretores de marketing. A confirmação de que ela seria uma das atrações do Super Bowl 2020, somada à excelente campanha do filme As Golpistas, protagonizado por Lopez, colocou a cantora e atriz em dezenas de capas de revista e rendeu indicações no Globo de Ouro, Critics’ Choice Awards e SAG Awards.

Instagram/Reprodução
Jennifer Lopez foi confirmada como atração do Super Bowl, ao lado de Shakira

 

Divulgação/STX Entertainment
Atriz vive a stripper Ramona no filme As Golpistas

 

@jlo/Instagram/Reprodução
A Variety destacou o atual momento da carreira de J.Lo

 

@jlo/Instagram/Reprodução
Capa da edição de melhores performances da WMag

 

@jlo/Instagram/Reprodução
Na People, a estrela ficou entre as personalidades do ano

 

@jlo/Instagram/Reprodução
Na Vanity Fair, ao lado de Eddie Murphy e Renée Zellweger

 

@jlo/Instagram/Reprodução
Capa da GQ trouxe estrela como ícone

Considerada também uma excelente atriz, especialistas do cinema chegaram a sugerir que Jennifer Lopez seria indicada ao Oscar. Porém, não foi desta vez que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas reconheceu o talento da artista de ascendência latina. Sua ausência entre os indicados foi considerada por muitos como uma injustiça.

Axelle/Bauer-Griffin/FilmMagic/via Getty Images
Jennifer Lopez, de Valentino, no Globo de Ouro 2020, onde concorria à categoria Melhor Atriz Coadjuvante em Cinema

 

Steve Granitz/WireImage/via Getty Images
Aqui, em um modelo de alta-costura de Georges Hobeika, no Critics’ Choice Awards

 

@jlo/Instagram/Reprodução
Mais um longo de Georges Hobeika, agora no SAG Awards. Por lá, J.Lo também concorria a Melhor Atriz Coadjuvante
Direcionamento atemporal

Um dia após ter sido rejeitada pela maior premiação do cinema, J.Lo adicionou a marca norte-americana Guess à lista de labels que representa nesta estação, que já inclui campanhas para a Versace e Coach. As três marcas, cada uma representando lados muito diferentes do mercado, aproveitam o apelo globalizado que faz a cantora atingir as gerações X, Y e Z de uma só vez.

“Acho que ela é atemporal. Ela também tem uma imagem muito clara e as gerações mais jovens a consideram um ícone da moda”, explicou Holly Mirza, cofundadora da agência de relações públicas inglesa Fabric, ao Business of Fashion.

@jlo/Instagram/Reprodução
Após o desfile, a cantora também protagonizou a campanha de primavera/verão 2020 da Versace

 

@jlo/Instagram/Reprodução
Ensaio da grife italiana teve pegada futurista

 

@jlo/Instagram/Reprodução
Os decotes arredondados da label caíram como uma luva em J.Lo

 

@jlo/Instagram/Reprodução
As ruas de Nova York serviram de pano de fundo para as fotos

 

@jlo/Instagram/Reprodução
Moletom com estampa de Barbra Streisand chamou atenção da veterana, que se sentiu honrada em ter Lopez vestindo uma de suas fotos

 

@jlo/Instagram/Reprodução
Publicidade da Guess trouxe a atriz em biquíni com estampa de onça

 

@jlo/Instagram/Reprodução
Esse é o terceiro trabalho entre a marca norte-americana e a cantora

 

@jlo/Instagram/Reprodução
Efeito J.Lo tem contribuído para as vendas da etiqueta

 

Redefinindo o marketing de moda

A influência da artista vai ao encontro da evolução da publicidade que, hoje, vê mais retorno financeiro em parcerias com celebridades do que em anúncios. Seguida por 109 milhões de pessoas no Instagram, um post de Lopez com as imagens de sua campanha para a Versace recebeu 2,5 milhões de curtidas. As mesmas fotos nas redes da grife não passaram dos 100 mil likes.

Segundo o site de buscas Lyst, as pesquisas relacionadas à Coach aumentaram 67% em novembro de 2019, mês em que a cantora foi anunciada como rosto da marca. Quando o assunto é a procura pelas malas da etiqueta, a alta é ainda maior: 204%.

Na Guess, etiqueta na qual a artista havia posado para campanha de jeans na primavera/verão 2018, o efeito J.Lo também foi sentido.

Enquanto a atriz estava presente nas imagens de divulgação da empresa, as pesquisas pela marca aumentaram 120% em relação ao ano anterior, quando Hailey Baldwin e Camila Cabello estamparam as ações publicitárias da companhia.

@jlo/Instagram/Reprodução
Lopez superou alcance de Hailey Baldwin e Camila Cabello em trabalho com a Guess

 

@jlo/Instagram/Reprodução
A marca de óculos australiana Quay investiu em mais uma coleção em parceria como a artista

 

“Ela está no mundo da moda, mas também é alguém que qualquer pessoa na rua pode admirar. É difícil pensar em outra pessoa que possa marcar todas essas caixas”, reflete Holly Mirza.

Nos últimos anos, os anunciantes recorriam às top models de renome internacional para seus trabalhos publicitários. Nomes como Gigi e Bella Hadid, Kaia Gerber e Kendall Jenner foram consideradas peças-chave para atrair as gerações Y e Z. Chegou-se à conclusão de que elas só têm poder de influência sobre esses grupos.

Lopez, por outro lado, parece uma aposta certa, principalmente pelos valores impostos pela cantora. “Agora, mais do que nunca, a celebridade precisa ser uma expressão dos valores da marca, em vez de ser um elemento de comunicação, e ela oferece essa imagem saudável e legal que todas as grifes precisam”, afirma Simon Woolford, fundador e diretor da agência de criação Sum Design.

@jlo/Instagram/Reprodução
Jennifer Lopez e o marido Alex Rodriguez, ex-jogador de baseball

 

E haja saúde! No último domingo (02/02/2020), a intérprete de Dance Again deu uma nova cara à casa dos 50 anos ao ostentar um corpo malhado e super em forma no Super Bowl 2020. Repetindo sua parceria com a Versace, a cantora exibiu a tradicional medusa da casa italiana aos mais de 100 milhões de espectadores que assistiam à final do futebol americano.

Kevin Mazur/WireImage via Getty Images
Medusa da Versace foi destaque no primeiro look usado por J.Lo no Super Bowl

 

Jeff Kravitz/FilmMagic via Getty Images
Com a exibição, 100 milhões de espectadores viram as criações da marca

 

Além da grife italiana, a NFL (Liga de Futebol Americano) também se beneficiou com o efeito J.Lo. A audiência do intervalo neste ano foi 4% maior que a de 2019, quando a banda Maroon 5 se apresentou. No Google, as pesquisas relacionadas a Jennifer Lopez cresceram 1.500% desde o evento esportivo. No total, o interesse pela pop star saltou 1.050% no Brasil. Para 2020, a expectativa é que a artista continue a ser um dos nomes mais cobiçados do mercado, já que tem vários filmes em andamento, inclusive como diretora. Vamos acompanhar.

Colaborou Danillo Costa

Últimas notícias