Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi e Victoria Abel

Por que Bolsonaro levou o filho Carlos para posse de Moraes no TSE

Carlos Bolsonaro chegou à posse de Alexandre de Moraes no TSE nesta terça-feira (16/8) acompanhado do pai, Jair Bolsonaro

atualizado 17/08/2022 10:42

Carlos Bolsonaro é vereador do Rio de Janeiro Igo Estrela/Metrópoles

A presença do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos) na posse do ministro Alexandre de Moraes como novo chefe do TSE, na noite de terça-feira (16/8), ocorreu por iniciativa do pai do parlamentar, o presidente Jair Bolsonaro.

Segundo integrantes do Palácio do Planalto, Bolsonaro convidou o filho para acompanhá-lo no evento. O objetivo, dizem essas fontes, seria tentar passar a imagem de que Carlos é uma “cara comum”, apesar da postura agressiva nas redes sociais.

O vereador chegou acompanhado do pai e da primeira-dama Michelle Bolsonaro. No plenário do TSE, sentou-se na mesma fileira do ex-governador e candidato a vice de Lula, Geraldo Alckmin (PSB), o qual cumprimentou com um aperto de mão.

Apesar da tentativa do presidente de “desmistificar” a imagem do filho, Carlos ficou de cara fechada durante praticamente toda a posse. Diferentemente dos demais convidados, o vereador nem sequer se levantou para aplaudir o discurso de Alexandre de Moraes.

Mais lidas
Últimas notícias