metropoles.com

Por 2022, Freixo busca evangélicos e vai à igreja aliada de Bolsonaro

Pré-candidato ao governo do Rio, deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ) discursou para cerca de 100 bispos da Assembleia de Deus Madureira

atualizado

Compartilhar notícia

Reprodução
Deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ) participa de evento na Assembleia de Deus Madureira, no Rio
1 de 1 Deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ) participa de evento na Assembleia de Deus Madureira, no Rio - Foto: Reprodução

Pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro em 2022, o deputado federal Marcelo Freixo (PSB-RJ) vem tentando se aproximar do eleitorado evangélico no estado, ideologicamente mais associado ao bolsonarismo.

Na terça-feira da semana passada, 7 de dezembro, o deputado foi recebido por cerca de 90 bispos e de 900 pastores na Assembleia de Deus Ministério de Madureira, uma das maiores do Rio.

A igreja tem entre seus líderes o bispo Samuel Ferreira, filho do bispo primaz Manoel Ferreira. Samuel mora em São Paulo, mas fez questão de ir à capital fluminense para o evento com Freixo.

Outra liderança da igreja é o deputado federal Cezinha de Madureira (PSD-SP), atual presidente da Frente Parlamentar Evangélica. O parlamentar, porém, não participou do ato no Rio.

Articulação

A ida de Freixo à Assembleia de Deus de Madureira foi intermediada pelo advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay. O jurista é próximo do bispo Samuel Ferreira e outras lideranças da igreja.

Segundo aliados de Freixo, a aproximação com os evangélicos faz parte da estratégia do deputado fluminense para “desconstruir fake news” que criaram sobre o parlamentar nos últimos anos.

“Estou aqui em nome do que eu mais acredito na vida. Aquilo que salvou a minha vida, que é o diálogo. A capacidade de escuta. O caminho de Cristo é o caminho da verdade. Nunca o caminho da mentira. É por isso que eu vim aqui, olho no olho, com muita fraternidade, com muito carinho, com muito afeto, falar sobre verdade”, afirmou o próprio deputado no evento de 7 de dezembro.

Veja o vídeo:

A Assembleia de Deus Madureira foi a mesma onde André Mendonça comemorou sua posse como ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). A comemoração, porém, foi na filial da igreja em Brasília.

Embora apoie o governo Bolsonaro, a cúpula da igreja mantém diálogo com políticos de esquerda. Como mostrou a coluna, em junho, o bispo Manoel Ferreira se encontrou com o ex-presidente Lula (PT).

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comIgor Gadelha

Você quer ficar por dentro da coluna Igor Gadelha e receber notificações em tempo real?

Notificações