Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Oposição já projeta 35 votos contra PEC dos Precatórios no Senado

Projeção, se confirmada, inviabiliza aprovação da proposta na Casa, onde são necessários votos de ao menos 49 senadores para aprovar uma PEC

atualizado 12/11/2021 12:05

Senador Randolfe Rodrigues. CPI da Covid. CPI da PandemiaRafaela Felicciano/Metrópoles

O líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), disse à coluna já contabilizar 35 votos na Casa contra o texto da PEC dos Precatórios aprovado pela Câmara na terça-feira (9/11).

A projeção, se confirmada, inviabilizará a aprovação da proposta no Senado. Isso porque, para ser aprovada na Casa, uma Proposta de Emenda à Constituição precisa de votos de ao menos 49 dos 81 senadores.

Pelo levantamento de Randolfe, há votos contrários à matéria não só em bancadas da oposição, como PT, PDT, Rede e Cidadania, como em siglas independentes e governistas, entre eles, Podemos, PSDB, MDB e PROS.

Entenda a PEC dos Precatórios e por que ela é alvo de críticas

A proposta é uma das principais pautas de interesse do governo atualmente, porque viabiliza o pagamento do Auxílio Brasil de R$ 400 de dezembro deste ano até o final de 2022.

Resistência

Senadores do MDB, sigla dona da maior bancada na Casa, preveem que a PEC só será aprovada se o texto da Câmara for alterado pelo relator no Senado, que será o líder do governo, Fernando Bezerra (MDB-PE).

Os senadores resistem tanto ao parcelamento do pagamento de precatórios quanto à mudança no cálculo do teto de gastos. Essa mudança viabilizará não só o Auxílio Brasil como permitirá incremento de emendas parlamentares.

Últimas notícias
Mais lidas