Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

O que falta para o governo mandar MP que prorroga auxílio emergencial

O benefício será prorrogado por mais três meses, como antecipou a coluna na semana passada

atualizado 24/06/2021 13:44

O valor médio do benefício é de R$ 217,18Marcelo Camargo/Agência Brasil

Embora já tenha batido o martelo para pagar mais três parcelas do auxílio emergencial, como a coluna antecipou, o presidente Jair Bolsonaro não editou, até agora, a medida provisória (MP) que prorroga o benefício.

Segundo ministros envolvidos no tema, o governo só quer mandar a MP para o Congresso Nacional após definir o valor do novo Bolsa Família, que começará a ser pago ainda este ano, após o fim do auxílio emergencial.

A ideia do Palácio do Planalto é fazer um anúncio conjunto da MP que prorroga o auxílio e da proposta do novo Bolsa Família, que, tudo indica, deve mudar de nome.

O Ministério da Cidadania encontrou fonte no Orçamento da União para bancar um Bolsa Família com valor médio de R$ 250. Bolsonaro, porém, pediu para aumentar o valor do benefício para R$ 300.

A equipe econômica e a pasta da Cidadania informaram ao presidente que não há como custear esse montante e buscam fontes para bancar um benefício de R$ 270.

Mais lidas
Últimas notícias