Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Chanceler brasileiro fará intervenção em reunião na ONU sobre Ucrânia

Ministro Carlos França participará de reunião do Conselho de Segurança da ONU na quinta-feira (22/9), para discutir guerra na Ucrânia

atualizado 20/09/2022 19:41

Carlos França Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro das Relações Exteriores brasileiro, Carlos França, permaneceu em Nova York após o retorno do presidente Jair Bolsonaro ao Brasil.

O atual chefe do Itamaraty ficará na cidade americana até o final desta semana para participar de uma série de reuniões com autoridades de outros países.

Uma delas será a reunião do Conselho de Segurança da ONU na manhã de quinta-feira (22/9). O encontro terá como pauta principal a guerra entre Rússia e Ucrânia.

Segundo apurou a coluna, o atual chanceler brasileiro pretende fazer uma intervenção em nome do Brasil para se posicionar sobre o conflito.

Auxiliares de Carlos França dizem que ele deve reforçar a defesa de uma “saída negociada” para a crise, sem apontar um único culpado para a guerra.

A tese é a mesma que Jair Bolsonaro adotou no discurso de abertura na Assembleia-Geral da ONU, na manhã dessa terça-feira (20/9), em Nova York.

“A solução para o conflito na Ucrânia será alcançada somente pela negociação e pelo diálogo. Faço aqui um apelo às partes, bem como a toda a comunidade internacional: não deixem escapar nenhuma oportunidade de pôr fim ao conflito e de garantir a paz. A estabilidade, a segurança e a prosperidade da humanidade correm sério risco se o conflito continuar.”, afirmou o presidente.

Mais lidas
Últimas notícias