Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Bolsonaro prestigiará filiação de Damares e Tarcísio ao Republicanos

Presença do presidente, segundo aliados, será um aceno de que ele espera contar com o apoio formal do partido a sua reeleição ao Planalto

atualizado 28/03/2022 13:10

O presidente Bolsonaro recebe oração do deputado federal e pastor, Marcos Pereira. Ele fala em microfone, de olhos fechados, enquanto o presidente olha para frente - MetrópolesMarcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro prometeu prestigiar o evento de filiação dos ministros Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) e Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura) ao Republicanos, na noite desta segunda-feira (28/3), em Brasília.

A presença de Bolsonaro, segundo aliados, será um aceno de que ele espera contar com o apoio formal do partido a sua reeleição ao Palácio do Planalto. Antes de Damares e Tarcísio decidirem se filiar à sigla, o Republicanos cogitava liberar seus filiados na disputa presidencial.

A presença de Bolsonaro será ainda mais simbólica, após o presidente e quase todos os ministros (com exceção de Onyx Lorenzoni, do Trabalho e Previdência) não comparecerem à filiação do vice-presidente Hamilton Mourão ao Republicanos, em 16 de março.

A filiação de Damares e Tarcísio acontecerá no Centro Internacional de Convenções Brasil (CICB), na capital federal. É o mesmo local onde Bolsonaro realizou o lançamento de sua pré-campanha à reeleição à Presidência, na manhã desse domingo (28/3).

A ida dos dois ministros para o Republicanos é vista internamente como uma reaproximação de Bolsonaro com a sigla. Embora seja base de sustentação do governo no Congresso hoje, a legenda comandada pelo deputado Marcos Pereira vinha dando sinais de afastamento do presidente.

Mais lidas
Últimas notícias