Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Bancada do PT cobra maior influência na campanha de Lula

Expectativa dos parlamentares petistas é ter mais influência na decisão sobre rumos da campanha após o lançamento da pré-candidatura de Lula

atualizado 09/05/2022 8:05

Luiz Inácio Lula da SilvaRafaela Felicciano/Metrópoles

A bancada do PT no Congresso Nacional quer ter uma participação maior nas decisões da campanha do ex-presidente Lula ao Palácio do Planalto daqui para frente.

A expectativa é que, após o lançamento da pré-candidatura no sábado (7/5), Lula e seu núcleo mais próximo estabeleçam uma dinâmica que permita deputados e senadores petistas terem mais voz na campanha.

A aposta é de que os parlamentares escolhidos como coordenadores da campanha de Lula funcionem como uma “ponte”, ajudando no fluxo de informações entre o pré-candidato petista e a bancada.

No último dia 25 de abril, em reunião em São Paulo, Lula bateu o martelo sobre diversas mudanças em sua campanha. Parte delas, sugerida pelos parlamentares e pela presidente da sigla, Gleisi Hoffmann.

Dentre as alterações, está a entrada de lideranças petistas no Congresso como membros da coordenação da campanha. Entre elas, o senador Jaques Wagner (PT-BA) e o líder do PT na Câmara, Reginaldo Lopes (MG).

Lula também quer um maior entrosamento com os parlamentares. Especialmente para não haver conflitos entre a campanha e a atuação da bancada no Congresso Nacional.

Dentre as preocupações do ex-presidente, está em não comprar brigas desnecessárias que deem algum tipo de vantagem para Jair Bolsonaro.

Mais lidas
Últimas notícias