Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Terceira via teme que MDB libere a sigla se Tebet não encabeçar chapa

Dirigentes da 3ª via creem que o MDB poderá liberar diretórios na eleição presidencial se Simone Tebet não for a cabeça de chapa do grupo

atualizado 02/05/2022 9:05

Os dirigentes partidários que ainda trabalham por uma terceira via temem que o MDB irá liberar os diretórios na eleição presidencial se a senadora Simone Tebet não se tornar a cabeça de chapa do grupo.

O MDB está dividido em relação a quem apoiar nesta eleição. Diretórios das regiões Norte (Amazonas) e Nordeste endossam a candidatura de Lula, enquanto os quadros mais ao sul do país se alinham com Bolsonaro. Um total de 20 diretórios defendeu apoio a Tebet.

Ao participar de um evento sobre a terceira via na quinta-feira (28/4), o presidente do MDB, Baleia Rossi, citou a decisão do PSD de liberar os diretórios para negar essa possibilidade.

“Talvez fosse o caminho mais fácil para todos nós, mas eu não serei cobrado pela história por fraquejar no momento em que eu acredito que precisamos nos esforçar ao máximo para dar uma alternativa ao país”, afirmou Baleia.

O temor dos dirigentes da terceira via é de que a liberação dos diretórios poderá ser imposta na convenção do MDB caso o partido não apresente um elemento de união institucional. Em entrevistas, Tebet disse que não será a vice de nenhum candidato.

0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna