Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Lucas Marchesini

Só um estado está pronto para novo ensino médio, que começa em 2022

Estudo do Sesi aponta que apenas Sergipe concluiu todas as etapas necessárias para lançar o novo ensino médio no ano que vem

atualizado 07/12/2021 8:19

Como escolher uma escola que forme pessoas para inovar e transformarDivulgação/Ciman

Só um estado, o Sergipe, está totalmente pronto para o novo ensino médio, que começa no ano que vem. O estado foi o único a concluir as doze etapas necessárias para a estreia, de acordo com levantamento inédito do Serviço Social da Indústria (Sesi).

O levantamento elencou doze requisitos para que o novo ensino médio possa entrar em funcionamento no próximo ano. “Os maiores gargalos estão nas regulamentações das parcerias e do itinerário de Formação Técnica Profissional”, apontou o gerente-executivo do Sesi, Wisley João Pereira.

O novo ensino médio flexibilizou o currículo educacional para essa etapa educacional e criou diversas trilhas. Uma delas é de ensino técnico. A regulamentação desse itinerário foi feita em apenas seis estados. “É preciso dar celeridade à regulamentação para atender a grande demanda dos jovens”, avaliou Pereira.

Outro ponto que necessita de avanços é nas parcerias entre a rede pública e instituições que podem contribuir com o ensino técnico, diz o estudo.

“Avançar nessa regulamentação é primordial, pois as parcerias serão de grande valor para as redes públicas de ensino, especialmente para oferta do itinerário de Formação Técnica que requer investimentos contínuos para a manutenção e modernização dos laboratórios e maquinários”, exemplificou.

Por outro lado, a construção curricular está bem avançada. O novo currículo já está homologado em 18 estados. Nos casos em que isso ainda não aconteceu, o mais preocupante é o do Maranhão, que precisa iniciar a consulta pública dos itinerários formativos, quarto dos sete passos que se concluem na homologação.

Um segundo ponto positivo revelado pelo estudo é que todas as Secretarias Estaduais de Educação desenvolveram projetos piloto para testar o novo ensino médio. “Ao todo foram 4.117 escolas em 2077 municípios. Em 2021, a rede estadual de São Paulo começou a ofertar o novo modelo para todos os alunos que estavam cursando o 1o ano do Ensino Médio”, afirmou.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna