Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Natália Portinari

Senador bolsonarista eleito foi multado 4 vezes por crimes ambientais

Jaime Bagattoli foi eleito senador em Rondônia pelo partido de Jair Bolsonaro, que também já foi multado pelo Ibama

atualizado 11/10/2022 20:39

Reprodução

O senador bolsonarista eleito por Rondônia, Jaime Bagattoli, já foi multado quatro vezes por crimes ambientais. As multas foram aplicadas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) em 2004 e totalizaram R$ 34 mil.

Bagattoli recebeu multas de R$ 1,5 mil, R$ 8,1 mil, R$ 9 mil e R$ 15,2 mil por crimes contra a flora. O empresário se candidatou pelo PL, o partido de Jair Bolsonaro, e declarou um patrimônio de R$ 55,7 milhões.

O próprio Jair Bolsonaro foi multado pelo Ibama em 2012 por pesca irregular em Angra dos Reis (RJ). A multa de R$ 10 mil nunca foi paga. Em dezembro de 2018, dois meses depois que Bolsonaro foi eleito presidente, o órgão anulou a punição.

Os dados foram obtidos pelo projeto Data Fixers, em parceria com a agência de dados Fiquem Sabendo.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna