Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Sem tirar máscara, governador do Rio ironiza: “Ainda dizem que eu sou bolsonarista”

No evento de lançamento da revista "Rio Já", nesta quarta-feira (13/10), Castro não retirou a máscara em nenhum momento, nem água bebeu

atualizado 13/10/2021 23:58

Bruna Lima

Criticado no ano passado por estar numa festa sem máscara, o governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro, foi ao outro extremo. No evento de lançamento da revista “Rio Já”, nesta quarta-feira (13/10), Castro não retirou a máscara em nenhum momento. Nem água bebeu. Ironizando a situação, brincou:

“Ainda dizem que eu sou bolsonarista”.

Aliado de Bolsonaro, ficou de máscara durante os trinta minutos da sua breve passagem pelo evento, tempo suficiente para falar numa “chapa dos sonhos” ao lado do petista André Ceciliano, presidente da Assembleia Legislativa.

Candidato de Bolsonaro ao governo do estado em 2022, também trocou afagos com o prefeito Eduardo Paes, que é desafeto da família Bolsonaro.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna