Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Lucas Marchesini

Secretariado de Doria já trabalha com data de sua saída do governo

Se concorrer à Presidência, João Doria terá de se desincompatibilizar do cargo de governador até abril de 2022

atualizado 15/10/2021 21:07

Governador de São Paulo, João Doria, em julho de 2021Fábio Vieira/Metrópoles

O secretariado de João Doria já trabalha com a data em que o governador de São Paulo deixará o cargo para concorrer ao Palácio do Planalto. Com isso, alguns projetos desenvolvidos pelo governo estadual serão lançados antes da saída de Doria para que ele participe das cerimônias de inauguração.

Um deles é a inauguração da segunda etapa do Centro Internacional de Tecnologia e Inovação (CITI), um projeto que pretende criar um pólo de inovação tecnológica na capital paulista. O trabalho é conduzido pela secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen.

Doria disputa com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, a indicação para ser o candidato que o PSDB lançará à Presidência nas eleições de 2022. O primeiro turno das prévias tucanas está marcado para 21 de novembro.

Ninguém no Palácio dos Bandeirantes acredita que Doria será derrotado pelo adversário gaúcho. O governador terá de se desincompatibilizar até abril de 2022 para ser candidato a outro cargo na eleição.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna
Mais lidas