Com Eduardo Barretto (interino), Bruna Lima, Eduardo Ghirotto e Paulo Cappelli

Renan Calheiros se licenciará do Senado para enfrentar Lira em AL

Ex-presidente do Senado pedirá licença de 120 dias para coordenar campanhas contra aliados do presidente da Câmara

atualizado 23/05/2022 17:51

Senador Renan CalheirosHugo Barreto/Metrópoles

O senador Renan Calheiros se licenciará do Senado no começo de junho para enfrentar seu arqui-inimigo Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados, nas eleições em Alagoas este ano.

Políticos com maior força na região, ambos apoiam nomes diferentes para o governo estadual e para o Senado. Esta é a primeira vez que Renan se licenciará do cargo para coordenar campanhas de aliados.

Renan apoia Paulo Dantas ao governo estadual e Renan Filho ao Senado. Lira, por sua vez, apoia o senador Rodrigo Cunha ao governo e o vereador Davi Davino ao Senado.

Renan se afastará do Senado para poder ficar fisicamente em Alagoas e tentar manter a base de prefeitos aliados. O emedebista busca conter o avanço de Lira nos municípios, uma vez que o presidente da Câmara estaria se utilizando do chamado Orçamento Secreto para ampliar sua rede de apoio político.

“Devo me licenciar no próximo dia 3 ou 4 e ficar 120 dias fora do Senado para me dedicar à situação de Alagoas”, afirma Renan.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna