Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Lucas Marchesini

Peritos da PF lançam detector de pornografia infantil em Android

A principal vantagem do programa é fazer uma varredura rápida mesmo em grandes bases de dados

atualizado 01/09/2021 10:15

Peritos criminais federais desenvolveram um software capaz de detectar pornografia infantil em dispositivos com o sistema Android, o mais popular do país para celulares. A principal vantagem do programa é fazer uma varredura rápida mesmo em grandes bases de dados, o que ajuda policiais a encontrarem provas robustas já no próprio local da busca e apreensão contra o suspeito.

O programa é o NuDetective 4.0, quarta versão de um software 100% desenvolvido pelos peritos criminais da PF e que, até a terceira versão, funcionava só com sistemas de desktop, pen drives e HDs. A nova versão também inclui outras novidades, como um identificador de aplicativos suspeitos instalados em smartphones.

Para o sistema iOS, da Apple, os peritos usam o programa israelense Cellebrite para desbloquear os iPhones e fazer a análise.

Desde o lançamento da primeira versão, em 2010, o NuDetective já ganhou prêmios nacionais e internacionais e recebeu pedidos de compartilhamento de diversos órgãos de segurança pública brasileiros e estrangeiros.

Você já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna