Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

O Cade e a compra de parte da Latam pela Azul

Se a Azul quiser comprar apenas as rotas mais populares, a empresa terá problemas

atualizado 15/06/2021 11:02

Ministério da Saúde/Divulgação

Alheios à guerra travada na imprensa por advogados a favor e contra a compra de parte da Latam pela Azul, conselheiros do Cade estão curiosos para saber que proposta chegará ao tribunal, para que eles aprovem ou não.

Se a Azul quiser comprar apenas as rotas mais populares, que já tem poucos slots disponíveis, como entre Rio de Janeiro e São Paulo, ou São Paulo e Brasília, ou São Paulo e Nova York, a empresa terá problemas.

Os conselheiros não veem dificuldades, entretanto, se a proposta for pela compra das rotas menos concorridas ou por uma combinação entre slots em que já exista concentração e outros de que já exista muita oferta.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna