Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

MP pede que polícia investigue ex-mulher de Marcos Araújo por stalking

Empresário alegou que influenciadoras Pétala e Yanka descumpriram decisão judicial

atualizado 01/10/2021 15:01

Pétala BarreirosFoto: Reprodução/Instagram

O Ministério Público de São Paulo pediu que a Polícia Civil investigue a influenciadora Pétala Barreiros por suposto stalking contra seu ex-marido, o empresário Marcos Araújo, conhecido por ter lançado cantores sertanejos e o DJ Alok. A decisão do MP foi assinada nesta quinta-feira (30/9).

A defesa de Araújo afirmou ao MP que Pétala e sua irmã, a também influenciadora Yanka Barreiros, descumpriram uma decisão da Justiça de São Paulo, que no último dia 22 proibiu Yanka de mencionar o empresário e sua namorada, Lívia Andrade, nas redes sociais. Na prática, o MP pediu a reabertura de um inquérito policial contra Pétala Barreiros, pelo mesmo suposto crime de perseguição.

Na véspera da decisão judicial, a internet ficou em polvorosa depois que Yanka filmou Lívia Andrade, namorada do empresário, durante a realização do exame de DNA do filho de Pétala Barreiros, ex-mulher de Araújo. Yanka fez ataques ao empresário. Pétala é irmã de Yanka e está proibida de falar do ex, por ordem judicial, em razão de outro episódio nas redes sociais.

O MP também pediu que a polícia colha o depoimento de Yanka, que, segundo o órgão, tem se esquivado de falar à Justiça.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna