Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Lucas Marchesini

Iniciativa busca diminuir desigualdade de gênero no MPF

Órgão federal tem 832 procuradores a mais do que procuradoras da República

atualizado 29/06/2021 19:05

MPFAntonio Augusto / Secom / PGR

Dos 1.202 procuradores do Ministério Público Federal, apenas 350 são mulheres. Com o objetivo de diminuir essa diferença e aumentar a equidade de gênero no MPF, a Associação de Procuradores da República (ANPR) criou uma comissão de defesa dos direitos das procuradoras.

A Comissão ANPR Mulheres promoverá cursos e palestras sobre gênero no sistema de Justiça e proporá medidas para enfrentar a desigualdade no órgão.

Foram designadas para compor a comissão, em um prazo de um ano, as procuradoras Ana Carolina Alves Araújo Roman, Bruna Menezes Gomes da Silva, Denise Neves Abade, Luciana Loureiro de Oliveira, Martha Carvalho Dias de Figueiredo, Michele Diz y Gil Corbi e Natália Lourenço Soares. A procuradora Manoela Lopes Lins Cavalcante é a coordenadora do grupo.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna
Mais lidas