Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Governador do RJ dá medalha para ex-assessor preso pela PF

Filho de Pastor Everaldo, presidente nacional do PSC, Filipe Pereira segue influente no governo mesmo após operação da Polícia Federal

atualizado 03/07/2022 23:29

Mesmo após ser preso temporariamente em uma investigação sobre desvios na pandemia, o ex-assessor especial do governo do Rio Filipe Pereira segue próximo do governador Cláudio Castro.

Pereira é filho do Pastor Everaldo, presidente nacional do PSC que também chegou a ser detido pela Polícia Federal em 2020, na operação que apurou irregularidades na gestão do então governador Wilson Witzel, à época filiado ao mesmo partido. Na semana passada, Castro pôs no peito de Pereira a medalha Mérito Avante Bombeiro.

A honraria é destinada a civis que tenham ajudado a corporação com ações que geraram benefícios consideráveis ao patrimônio, à tropa ou à sua comunidade.

Após o impeachment de Witzel, Castro assumiu o Palácio Guanabara e trocou o PSC pelo PL, para tentar se desvincular de Everaldo e do próprio Witzel. Se o atual e o ex-governador não demonstram nenhuma relação, o mesmo não pode ser dito de Castro e Filipe Pereira.

O filho do presidente do PSC tem postado fotos e vídeos ao lado do governador e demonstrado intimidade. Em um dos vídeos, no dia 30 de maio, apareceu andando abraçado junto a Castro em uma agenda da pré-campanha do governador à reeleição.

“Acompanhando meu amigo e irmão Gov Cláudio Castro”, escreveu Pereira.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna