Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Freixo ignora candidatura de Molon e defende Ceciliano ao Senado

Em um evento com militantes, Freixo disse que é necessário eleger "quem Lula confia" e, em seguida, passou a palavra a André Ceciliano

atualizado 01/07/2022 21:32

Reprodução

O candidato do PSB ao governo do Rio, Marcelo Freixo, ignorou a candidatura de seu correligionário Alessandro Molon ao Senado e defendeu, na noite desta sexta-feira (1/7), a candidatura do petista André Ceciliano.

Em um evento com militantes, Freixo disse que é necessário eleger “quem Lula confia” e quem “Lula quer ver no Senado”. Em seguida, passou a palavra ao candidato petista.

O PT e o PSB vêm brigando há meses por uma candidatura única ao Senado. Freixo, até então, estava em cima do muro sobre a disputa e dizia que o assunto era decidido pela cúpula dos partidos.

Em segundo nas pesquisas de intenção de voto, o deputado Alessandro Molon não aceitou retirar sua candidatura para dar lugar a Ceciliano, que está em quarto. Diante do cenário, os petistas vinham ameaçando Freixo de retirar o apoio formal a candidatura dele.

No início da semana, no evento de apoio do PCdoB, Freixo também disse que Lula precisava de um senador fiel a ele.

“Nos momentos mais difíceis do PT, e eles não foram poucos, o André não saiu do PT. O Lula precisa eleger um senador que, independentemente do que estiver acontecendo, vai estar ao lado dele, em nome de um projeto”, disse o correligionário de Molon.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna