metropoles.com

Fachin determina vacinação imediata de quilombolas

Em julho, o governo federal afirmou à CPI da Covid que havia imunizado completamente 10,99%

atualizado

Compartilhar notícia

29091_vacinacao_em_comunidades_quilombolas_gilson_teixeira_4_9003348178569249368
1 de 1 29091_vacinacao_em_comunidades_quilombolas_gilson_teixeira_4_9003348178569249368 - Foto: null

O ministro Edson Fachin mandou o governo vacinar imediatamente toda a população quilombola do país contra a Covid. A decisão foi assinada na última quarta-feira (8/9).

Segundo Fachin, a imunização dos quilombolas deve acontecer mesmo que essas pessoas não morem em territórios quilombolas. Basta ao quilombola apresentar uma declaração de alguma liderança ou entidade ligado à comunidade.

A determinação do ministro atendeu a uma ação apresentada pela Coordenação Nacional de Articulação de Quilombos (Conaq) e partidos de Oposição. Fachin também cobrou informações do ministérios da Saúde, Cidadania e Direitos Humanos.

Em julho, o governo federal afirmou à CPI da Covid que havia imunizado completamente 10,99% dos quilombolas no país, ante o índice nacional de 13,13%. O governo espera vacinar 1,1 milhão de quilombolas.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comGuilherme Amado

Você quer ficar por dentro da coluna Guilherme Amado e receber notificações em tempo real?

Notificações