Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Cúpula militar gostou de caserna sair do foco com indulto a Silveira

Há duas semanas, era grande o incômodo no Ministério da Defesa e nos comandos das Forças com as notícias sobre militares

atualizado 22/04/2022 18:53

O deputado federal pelo Rio de Janeiro, Daniel Silviera, em frente ao Plenário da Câmara dos Deputados. Ele passou a noite na casa na tentativa de não precisar colocar tornozeleira eletrônica a mando do ministro do STF, Alexandre de Moraes - MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

A cúpula das Forças Armadas gostou de a condenação de Daniel Silveira e o indulto da graça concedido por Bolsonaro a ele terem tirado a caserna das manchetes de jornal.

Há duas semanas, era grande o incômodo no Ministério da Defesa e nos comandos das Forças com as notícias sobre investigações de compras de remédios para disfunção eréctil e próteses penianas e, depois, com a publicação pela jornalista Miriam Leitão de áudios do Superior Tribunal Militar sobre casos de tortura durante a ditadura.

Com Silveira, avaliaram os militares, o alvo principal de críticas da imprensa e dos demais Poderes voltou a ser Jair Bolsonaro, e não mais eles.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna