metropoles.com

Cúpula do Twitter recebeu 7 mil e-mails cobrando ação contra fake news

Após pressões, Twitter criou opção para denunciar fake news no Brasil

atualizado

Compartilhar notícia

Divulgação
Twitter
1 de 1 Twitter - Foto: Divulgação

A pressão para que o Twitter combatesse a disseminação de fake news no Brasil incluiu o envio de pelo menos sete mil e-mails para seus executivos. Nesta segunda-feira (17/1), a rede anunciou que passou a testar no Brasil uma opção para denunciar fake news na plataforma.

“Com mais de 620 mil óbitos por Covid-19 e diante de eleições decisivas, o Brasil é, hoje, refém da desinformação descontrolada que encontra, no Twitter, espaço para disseminar teorias conspiratórias sobre a segurança da vacina”, dizia o texto, em português e inglês, disparado para a cúpula do Twitter sete mil vezes até esta segunda-feira (17/1).

O material é parte da campanha “Fake news mata”, organizada pelo movimento Sleeping Giants e perfis do Twitter como Tesoureiros do Jair, Desmentindo Bolsonaro e Camarote da República.

“No Brasil, o Twitter tem se eximido da responsabilidade de remover conteúdos e contas que violam as políticas da plataforma”, segue o e-mail.

Mais cedo, o Twitter anunciou que o Brasil foi adicionado aos países que testam uma opção para denunciar fake news na rede, inclusive sobre a pandemia. A função é testada em Estados Unidos, Austrália, Coreia do Sul, Espanha e Filipinas.

Na semana passada, também após ser cobrado, o Twitter avisou ao pastor Silas Malafaia que postagens dele contra a vacinação infantil seriam apagadas. Em um dos tuítes falsos, Malafaia associou a imunização a mortes de crianças. Com isso, Malafaia deletou os tuítes.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comGuilherme Amado

Você quer ficar por dentro da coluna Guilherme Amado e receber notificações em tempo real?

Notificações