metropoles.com

Cúpula da Igreja Universal avalia que Bolsonaro prefere filhos ao povo

A cúpula da Igreja Universal está insatisfeita com o governo Jair Bolsonaro, a avaliação é que o presidente é um líder frágil

atualizado

Compartilhar notícia

Instagram/Reprodução
Família Bolsonaro
1 de 1 Família Bolsonaro - Foto: Instagram/Reprodução

Há uma crescente insatisfação na cúpula da Igreja Universal em relação ao governo Jair Bolsonaro. A avaliação de Edir Macedo e dos principais pastores é que Bolsonaro é “mais preocupado com os filhos do que o povo” – nas palavras de um integrante da cúpula da igreja.

Na visão da Universal, Bolsonaro é um líder frágil, que ignora o sofrimento do povo em nome de defender os filhos. A explosão do desemprego, o crescimento da miséria, a volta da fome com força, a insensibilidade com as mortes causadas pela Covid, tudo isso contrastaria com o empenho do presidente para defender seus quatro filhos que são alvo de investigações – Flávio, Eduardo, Carlos e Jair Renan Bolsonaro.

A Igreja Universal tem sido uma das denominações mais próximas do presidente, tendo apoiado Bolsonaro nos templos e na programação da TV Record, também de propriedade de Macedo.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comGuilherme Amado

Você quer ficar por dentro da coluna Guilherme Amado e receber notificações em tempo real?

Notificações