Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Natália Portinari

Cresce o abuso de álcool entre indígenas, mostra Ministério da Saúde

O relatório pedido pela Funai queria investigar a qualidade da saúde mental dos povos indígenas nos últimos quatro anos

atualizado 22/11/2022 23:15

Acervo Fotográfico da Fundação Nacional do Índio

Um levantamento do Ministério da Saúde, pedido pela Funai, revelou que o abuso de álcool entre populações indígenas aumentou em 2021. O relatório registrou 1.399 casos de alcoolismo naquele ano.

As informações foram obtidas pela Fiquem Sabendo, uma agência especializada na Lei de Acesso à Informação.

O relatório pedido pela Funai queria investigar a qualidade da saúde mental dos povos indígenas nos últimos quatro anos. No primeiro ano do mandato de Jair Bolsonaro, o relatório já registrou o primeiro pico, de 1.179 casos. No ano anterior foram registrados 589 casos.

Em 2020, o número caiu para 476, e, em 2021, chegou a 1.399.

Quase metade deles foi registrado no Amazonas, seguido pelo Mato Grosso do Sul e Santa Catarina.

No Vale do Javari, no Amazonas, o Ministério da Saúde também apontou uma alta de casos de violência causados por uso de drogas. Foram registrados 23 episódios em 2022, mais do que a soma de todos os anos anteriores da série histórica fornecida pela pasta.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna