Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto e Eduardo Barretto

Setor de apostas on-line na expectativa por regulamentação no Brasil

Representantes de empresas especializadas em apostas on-line esperam que a regulamentação seja publicada em breve pelo governo

atualizado 14/02/2022 14:53

Basquete NBA apostas Budrul Chukrut/SOPA Images/LightRocket via Getty Images

Uma crescente expectativa tomou conta do mercado de apostas on-line no Brasil. Emissários do Ministério da Economia indicaram a representantes de empresas que a regulamentação do setor deverá ser publicada em breve.

O texto, gestado na Secretaria de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria (Secap) do Ministério da Economia, era esperado para julho do ano passado, mas o prazo não pôde ser cumprido.

Empresas de grande e médio porte com atuação no Brasil esperam que a regulamentação traga segurança jurídica para estabelecer representações no país. A imensa maioria das empresas não tem centrais de operação no Brasil.

As projeções mais recentes apontam que o governo deixa de arrecadar R$ 500 milhões anuais com operadores baseados em outras jurisdições.

A regulamentação das apostas on-line não tem relação com o PL dos Jogos de Azar que o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, cogita colocar em votação.

Além do mercado de apostas on-line, a Secap trabalha para regulamentar os e-sports, os fantasy games e outros jogos de habilidade que não são virtuais, como poker, bridge, xadrez e dama.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna