Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Natália Portinari

Bolsonaro prepara revide que pode degolar Alexandre de Moraes

Vitória na eleição para a presidência do Senado é vista por Bolsonaro como a chance de abrir um processo de impeachment contra Moraes

atualizado 05/12/2022 10:30

Brasília(DF), 19/05/2022. Sessão solene de ratificação de posse dos senhores ministros Alberto Bastos Balazeiro, Amaury Rodrigues Pinto Junior e Morgana de Almeida Richa; e de Posse do Desembargador Sérgio Pinto Martins, no cargo de Ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Presidente Bolsonaro cumprimenta o Ministro do (STF) Alexandre de Moraes, durante a sessão solene. Local: Tribunal Superior do Trabalho (TST) Igo Estrela/Metrópoles

Jair Bolsonaro aposta na vitória de Rogério Marinho na disputa pela presidência do Senado para sua vendeta pessoal contra o ministro do STF e presidente do TSE, Alexandre de Moraes.

A expectativa de Bolsonaro é que, com Marinho tendo o poder de aceitar um pedido de impeachment, o Senado instale um processo para cassar o mandato de Moraes.

Embora a aprovação do impeachment seja mais difícil, bolsonaristas acreditam que a mera abertura de um processo contra Moraes já enfraqueceria o ministro do STF.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna