Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Artistas pediram voto em 2020 para delegada presa com R$ 1,8 milhão

Candidata a vereadora pelo PSC em 2020, Adriana Belém recebeu apoio de diversos artistas, como Dudu Nobre e Sandra de Sá

atualizado 11/05/2022 14:21

A delegada Adriana Belém, que foi presa no Rio de Janeiro com R$ 1,8 mi em espécie, foi candidata a vereadora pelo PSC em 2020 e recebeu apoio de diversos artistas, como Dudu Nobre e Sandra de Sá.

Belém teve 3.523 votos nas eleições municipais. Além de figuras famosas do samba carioca, a delegada recebeu apoio do Adriano Imperador, que chamava Belém de “mãe”, e do ex-jogador Edmundo, do Vasco. Nas eleições de 2022, a delegada planejava se candidatar a deputada estadual.

Famosa nas redes sociais por sua extravagância e pela proximidade com pessoas famosas, a delegada foi presa nesta terça-feira (10/5) pela força-tarefa do caso Marielle do Ministério Público do Rio de Janeiro. Em seu apartamento na Barra da Tijuca, foi encontrado, dentro de sacolas de bolsas de grife, R$ 1,8 milhão em espécie.

Após a prisão, Adriano Imperador apagou todas as fotos com a delegada de seu Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Guilherme Amado (@guilhermeamado)

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna