Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

UTI Covid chega a 78% de ocupação, e 11 pacientes esperam vaga no DF

A fila de espera por um leito de UTI Covid no Distrito Federal tem 11 pessoas. O paciente mais antigo aguarda por uma vaga há 14 dias

atualizado 21/06/2022 12:23

Hospital de Campanha da PMBreno Esaki/Agência Saúde-DF

Com o aumento da taxa de transmissão, cresce também a procura por hospitais para tratamento contra Covid-19. Na manhã desta terça-feira (21/6), a ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos no Distrito Federal chegou ao índice de 78,18%, de acordo com dados da Secretaria de Saúde.

Com avanço da pandemia no DF, Saúde remaneja mais leitos para Covid

Covid: conheça os diferentes tipos de teste e saiba qual fazer

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
Publicidade do parceiro Metrópoles 6
0

Segundo o painel oficial, há 43 pacientes da rede pública internados no Hospital de Base, Hospital Regional de Samambaia (HRSam), Hospital Regional de Taguatinga (HRT) e Hospital Daher — este último, em leitos contratados pela Secretaria de Saúde.

Veja os dados atualizados às 10h25 desta terça-feira (21/6):

Imagem colorida de painel digital com números de ocupação de leitos de UTI
Ocupação dos leitos UTI no DF

Os leitos pediátricos de UTI Covid estão 100% ocupados há dias. Já a taxa de ocupação neonatal está em 50%.

Embora o painel mostre que ainda há leitos vagos para adultos e recém-nascidos, 11 pacientes aguardam por leito de UTI no DF, segundo os dados oficiais. A pessoa que está na fila por mais tempo espera por uma vaga há 14 dias.

Casos ativos

O DF finalizou a segunda semana de junho com 43.814 casos ativos da Covid-19. O número é próximo do recorde registrado desde o início da pandemia, de 57 mil infecções ativas.

São considerados casos ativos todos aqueles pacientes que tiveram a infecção confirmada e ainda não se enquadram nos critérios para serem classificados como recuperados.

A média diária de casos está em cerca de 3,9 mil. De acordo com resumo executivo da Secretaria de Saúde, a projeção aponta que, nos próximos 10 dias, mais 14,6 mil infecções serão registradas no DF.

Mais lidas
Últimas notícias