Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Metrô-DF abre pregão para comprar café e açúcar com “preço sigiloso”

A modalidade foi aberta na terça-feira (8/6) e publicada no Diário Oficial do DF (DODF)

atualizado 10/06/2021 11:47

Trem do Metrô-DFRafaela Felicciano/Metrópoles

A Companhia do Metropolitano (Metrô-DF) abriu pregão eletrônico para comprar açúcar e café. Publicado no Diário Oficial do DF, o documento, no entanto, não tem valor mínimo ou máximo para a concorrência das empresas interessadas em participar do certame. Consta, somente, que o preço dos produtos “é sigiloso”.

A omissão dos valores é até autorizada pelo artigo 34 da Lei nº 13.303/2016, quando se trata de empresa pública da sociedade de economia mista e de suas subsidiárias, mas exige justificativa prévia ainda na fase de preparação do pregão.

Pregão eletrônico de café

Os preços de pregões públicos são fixados após ampla pesquisa de mercado feita pelas empresas. Eles definem valor mínimo ou máximo para o objeto pretendido.

O que diz o Metrô-DF

Por meio de nota, o Metrô-DF afirmou seguir a Lei nº 13.303. “O orçamento é sigiloso até a abertura do pregão”, respondeu a companhia.

Últimas notícias