Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Ibaneis pedirá acesso às certidões de óbito que citam coronavírus

Governador disse, em entrevista exclusiva à coluna Grande Angular, do Metrópoles, que vai oficiar a Associação de Notários e Registradores

atualizado 07/04/2020 15:09

O governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB),, pedirá acesso às certidões de óbito que citem coronavírusMichael Melo/Metrópoles

O governador Ibaneis Rocha (MDB) disse, nesta sexta-feira (03/04), em entrevista exclusiva à coluna Grande Angular, do Metrópoles, que vai enviar ofício à Associação de Notários e Registradores do Distrito Federal (Anoreg-DF) para que todas as certidões de óbito que citem suspeita de coronavírus sejam informadas à Secretaria de Saúde, que confirmará os dados.

Os cartórios indicam que, até quarta-feira (01/04), 14 pessoas morreram no DF com suspeita ou confirmação da Covid-19. A Secretaria de Saúde, porém, confirmou cinco mortes na capital do país em decorrência da doença.

“Eu não vi essas certidões ainda. Até entrei em contato com o Allan Guerra, [presidente] da Anoreg-DF, para que ele me encaminhe e a gente possa fazer uma análise”, disse Ibaneis.

“Sabemos que existem diversos hospitais particulares, temos mantido contato com eles aqui no Distrito Federal constantemente, em uma linha de comunicação direta. Agora, se existem [morte por coronavírus] e não foram comunicadas à secretaria, tem alguém incorrendo em algum erro e tem que ser realmente comunicado”, afirmou.

Confira os dados dos cartórios incluídos no Portal da Transparência administrado pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil):

Dados dos cartórios com base em certidões de óbito apontam que 14 pessoas morreram no DF com suspeita ou confirmação do coronavírus
Dados dos cartórios com base em certidões de óbito apontam que 14 pessoas morreram no DF com suspeita ou confirmação do coronavírus

Últimas notícias