Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Delator da Caixa de Pandora, Durval Barbosa sofre AVC e infarto

Durval Barbosa Rodrigues foi pioneiro no instituto da delação premiada ao filmar e denunciar esquema de corrupção no Distrito Federal

atualizado 14/08/2022 13:23

Durval Barbosa Marcello Casal Jr/ABr

O delator da Caixa de Pandora, Durval Barbosa Rodrigues, 70 anos, sofreu AVC e infarto na noite de sábado (13/8). Com duas artérias obstruídas, ele está internado em um hospital particular de Brasília.

Ex-delegado da Polícia Civil do DF (PCDF), ex-secretário de Relações Institucionais do Governo do Distrito Federal (GDF) da gestão de José Roberto Arruda (PL), Durval foi delator do esquema que resultou na Operação Caixa de Pandora, também conhecida como Mensalão do DEM.

Ele foi pioneiro no instituto da delação premiada. Na época, gravou políticos em situações comprometedores que revelaram o maior esquema de corrupção já conhecido do Distrito Federal. Em um dos vídeos mais emblemáticos, Arruda aparece recebendo das mãos de Durval pacote de dinheiro.

Mais lidas
Últimas notícias