Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Defensoria Pública do DF reajusta auxílio-transporte para R$ 2,3 mil

A defensora pública-geral do DF, Maria José Silva, assinou portaria com reajuste de 36,5% na indenização de transporte dos defensores

atualizado 29/03/2022 15:31

Placa verde e preta com textosRafaela Felicciano/Metrópoles

A defensora pública-geral do Distrito Federal, Maria José Silva Souza de Nápolis, aumentou a indenização de transporte dos defensores públicos distritais. O valor do auxílio-transporte passou de R$ 1.684 para R$ 2.300.

A portaria com o reajuste de 36,5% foi assinada pela chefe da Defensoria Pública do DF (DPDF), na última quinta-feira (26/3), e tem aplicação imediata a partir da publicação.

A medida da defensora pública-geral do DF despertou desconforto entre analistas lotados no órgão. Eles reclamam de receberem salários e benefícios muito inferiores aos dos defensores.

Também na quinta-feira, o governador Ibaneis Rocha (MDB) aplicou reajuste semelhante à indenização de transporte para outros servidores que utilizam os carros para exercer atividades externas. Porém, nesse caso, o aumento passa a valer em julho.

Eleição

A chefia da Defensoria Pública do DF passará por mudanças em breve. Nesta quinta-feira (31/3), defensores públicos distritais vão votar para eleger três candidatos da categoria que serão indicados para a vaga de defensor público-geral. Maria José não concorre ao cargo.

Mais lidas
Últimas notícias