Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Damares Alves é eleita senadora pelo Distrito Federal. Mandato vai até 2030

Damares Alves atuou como ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos no governo Bolsonaro

atualizado 02/10/2022 20:07

Damares Alves Hugo Barreto/Metrópoles

Ex-ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves (Republicanos) foi eleita senadora do Distrito Federal, neste domingo (2/10), para mandato de oito anos. Ela representará o DF no Congresso Nacional até 2030.

A partir de 2023, a parlamentar vai ocupar a vaga que hoje é de Reguffe – que conclui o mandato de oito anos no fim de 2022. O suplente de Damares é o presidente do diretório regional do União Brasil no DF, Manoel Arruda.

Até as 19h18, Damares somava 669.886 votos, ou 45,07% dos votos válidos.

Confira a apuração, com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE):

Após eleita, Damares foi recebida e ovacionada na sede do Republicanos, seu partido.

Quem é Damares Alves

A eleita senadora tem 58 anos e nasceu no Paraná, em 1964, mas se mudou para o Nordeste ainda criança. Ela é advogada, educadora e pastora evangélica.

Em 1980, ajudou a fundar o Comitê Estadual do Movimento Nacional Meninas e Meninos de Rua, em Aracaju (SE). Em Brasília há 25 anos, fundou movimentos pró-vida, pró-família e atuou como assessora parlamentar.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
0

Aliada do presidente Jair Bolsonaro (PL), Damares ocupou, entre janeiro de 2019 e abril de 2022, o cargo de ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

Mais lidas
Últimas notícias