Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Após tentativa de ataque hacker, GDF orienta servidores em teletrabalho

As recomendações incluem cuidados como a troca de senhas de acesso aos sistemas. Estado ainda é de alerta máximo, de acordo com a pasta

atualizado 11/11/2020 21:56

Igo Estrela/Metrópoles

Após a tentativa de ataque de hackers aos sistemas do Governo do Distrito Federal (GDF) no dia 5 de novembro, a Secretaria de Economia divulgou orientações para aumentar a segurança dos servidores em teletrabalho. Entre as quais, a troca de senhas e a atualização do antivírus do computador. Outra recomendação é não clicar em links ou baixar arquivos de remetentes suspeitos e desconhecidos.

As equipes de tecnologia da informação do GDF continuam em alerta máximo, já que o grupo responsável pelo ataque fez novas ameaças aos sistemas governamentais. Como mostrou a Grande Angular, a Subsecretaria de Tecnologia, da Secretaria de Economia do Distrito Federal, encontrou um pedido de resgate que seria disseminado caso os dados fossem roubados. A solicitação era a mesma enviada ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), que foi alvo no dia 3 de novembro.

Toda a estrutura de tecnologia do Governo do Distrito Federal (GDF) é administrada pela Secretaria de Economia. À coluna, o titular da pasta, André Clemente, disse que o sistema é utilizado por 150 mil servidores que atendem 3 milhões de pessoas.

O ataque aos sistemas é investigado pela Divisão Especializada de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC) da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

Confira as recomendações:
Orientações de segurança

Mais lidas
Últimas notícias