Seleção do Equador pode ser expulsa da Copa do Catar

Por ter utilizado jogador irregular em várias  partidas, os equatorianos podem perder a vaga na Copa do Mundo para o Chile

atualizado 27/04/2022 18:00

A Copa do Mundo do Catar já começou a ser disputada no “tapetão”. É uma situação inusitada  que coloca em risco a presença do Equador na competição prevista para começar no mês de novembro.

Segundo o jornalista equatoriano Diego Arcos, da Directv Sports, o atleta Byron Castillo é colombiano, e foi utilizado inadvertidamente pelo Equador em jogos contra Paraguai, Venezuela, Chile, Uruguai e Bolívia.

“Ele tem um irmão que tem o mesmo nome (mas escrito Bayron e não Byron) e que já morreu. Essa certidão de nascimento que está circulando nas redes foi a que circulou inicialmente no Equador e que gerou confusão”, disse o periodista.

Uma certidão de nascimento do jogador, com o nome dos seus pais, foi identificada na Colômbia, como tendo nascido em 1995 com o nome de Bayron Javier Castillo Segura. Já a certidão de nascimento equatoriana declara que ele nasceu em 1998 com o nome de Byron David Castillo Segura. Ambas as certidões tem o mesmo nome de pai e mãe.

Isso poderia levar a perda dos pontos das partidas disputadas. O principal interessado seria o Chile, que ganharia 5 pontos e, com isso, a classificação para o Catar.

Para acompanhar as atualizações da coluna, siga o “Futebol Etc” no Twitter; e também no Instagram.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias