O ingresso mais barato da Copa é quase o valor do Auxílio Brasil

Mas se a gente comparar com os preços de PSG x Real, pela Champions League, verá que está até barato mesmo

atualizado 21/01/2022 10:51

FIFAHarold Cunningham/Getty Images

A Fifa começou a vender ingressos para os jogos da Copa do Mundo e todos nós ficamos assustados com os preços que serão cobrados.

O ingresso mais barato para não residentes do Catar – e que desejam assistir apenas uma partida – foi fixado em 250 cataris (R$ 372); enquanto o mais caro chega em 800 cataris (R$1.191).

É quase o valor integral do Auxílio Brasil (R$ 400), programa de transferência de renda criado pelo governo federal. E olha que estamos falando de um único bilhete…

Se você pensar bem, é muita grana. Não é algo acessível ao torcedor comum. Dá, por exemplo, para encher o tanque de gasolina de um carro médio.

Mas, mesmo assim, a procura tem sido grande. A Fifa certamente está tomando cuidados para evitar que se repita o esquema de venda ilegal, como aconteceu na Copa de 2014, aqui no Brasil.

O futebol chegará em novembro a mais uma edição da Copa do Mundo mais rico do que nunca, liderado por uma Europa que conseguiu evitar que escândalos de corrupção e a recessão internacional afetassem o esporte mais popular do mundo.

O duro é constatar que, ao mesmo tempo em que cresce como um negócio bilionário, o futebol vai se distanciando do torcedor comum. A julgar pelos preços dos ingressos, só os ricos terão acesso aos estádios.

E se você achou muito caro os ingressos da Copa do Catar, preste atenção nos valores cobrados para o duelo entre Paris Saint-Germain x Real Madrid, dia 15 de fevereiro, no  Parc des Princes.

O jogo, valendo pelas oitavas de final da Champions League, terá o ingresso mais barato cotado a € 250 euros (R$ 1.534,00); e o mais caro por € 1.990 euros (R$ 12.212,00).

Melhor ir pra Copa do Catar, né não?

Para acompanhar as atualizações da coluna, siga o “Futebol Etc” no Twitter; e também no Instagram.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias